Busca avançada
Ano de início
Entree

Células tronco tumorais em linhagens de carcinoma espinocelular de língua: efeito do tratamento com o orlistat, paclitaxel, cisplatina e associações

Processo: 15/17018-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Edgard Graner
Beneficiário:Fernanda Montanha Marcos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Tratamento do câncer   Carcinoma de células escamosas   Boca   Células-tronco neoplásicas   Transformação celular neoplásica   Paclitaxel   Cisplatino   Lipogênese   Diagnóstico clínico

Resumo

O carcinoma espinocelular (CEC) oral representa mais de 90% das neoplasias malignas que acometem a cavidade oral e, apesar dos avanços nas estratégias de tratamento, continua a ser um problema desafiador. O tratamento do CEC oral é geralmente baseado em cirurgia ou radioterapia, com ou sem quimioterapia concomitante, e a taxa de sobrevida fica em torno de 50% em 5 anos. A falta de sucesso no tratamento ocorre, em grande parte, devido ao estágio avançado da lesão no momento do diagnóstico o que contribui para o desenvolvimento de metástases regionais e a distância, recidivas locais e regionais e resistência à terapia. A enzima ácido graxo sintase (FASN), responsável pela chamada lipogênese neoplásica, vem sendo considerada um potencial alvo terapêutico para o tratamento oncológico, devido sua expressão baixa em células normais e elevada em células malignas. Nos CECs orais, a elevada expressão e atividade de FASN está associada à agressividade tumoral e desenvolvimento de metástases. Estudos recentes sugerem a presença de populações de células nos tumores chamadas células-tronco tumorais (CTT), responsáveis pela iniciação, tumorigênese, progressão, metástase e resistência às terapias quimioterápicas convencionais. No presente projeto de pesquisa pretende-se investigar a positividade para os marcadores de CTT CD133, CD44, CD24 em células de CEC oral primário e metastático. Será analisado também como o bloqueio de FASN com orlistat, isolado ou associado aos quimioterápicos cisplatina e paclitaxel afeta esta população celular.