Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores de risco para Transtorno Dismórfico Corporal em pacientes dermatológicos de instituição universitária: um estudo transversal

Processo: 15/04592-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Hélio Amante Miot
Beneficiário:Cássia Lopes Dantas
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Dermatologia   Transtornos dismórficos corporais   Transtornos somatoformes   Imagem corporal   Fatores de risco

Resumo

O transtorno dismórfico corporal (TDC) é definido, segundo o DSM-IV, como uma preocupação excessiva e patológica com defeitos mínimos ou inexistentes da aparência. Diferencia-se o TDC de preocupações normais quando essas acarretam em prejuízo funcional importante do indivíduo, diminuindo a sua qualidade de vida, distanciando-o das suas atividades cotidianas e ocupando muito do seu tempo.A relevância em entender com melhor clareza o TDC é o fato de ele permanecer subdiagnosticado, embora os aspectos psicossociais relativos à doença tenham ganhado importância nas últimas décadas. O papel central da aparência nos meios midiáticos e o desenvolvimento de procedimentos cosmiátricos mais acessíveis e de melhores resultados são exemplos. Portanto, os profissionais de saúde precisam estar alertas para realizar a suspeição diagnóstica do TDC com maior precisão e maior frequência.Contudo, os aspectos multifatoriais que levam ao desenvolvimento da doença ainda não estão totalmente esclarecidos. É necessário, portanto, identificar quais variáveis agem como fatores de risco para o TDC. O objetivo deste estudo é associar aspectos clínicos e demográficos ao TDC, a fim de traçar um perfil do paciente dermatológico que levante a suspeita diagnóstica desse transtorno.Será conduzido um estudo transversal para avaliar a prevalência de TDC entre pacientes dermatológicos da FMB-Unesp, e identificar características desses pacientes, comparados com controles de outras clínicas. (AU)