Busca avançada
Ano de início
Entree

Decifrando informações estruturais da chaperona Hsp90 complexada com as co-chaperonas hop e chip usando espectrometria de massa de alta resolução e cross-link químico

Processo: 15/21930-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 20 de novembro de 2015
Vigência (Término): 19 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Carlos Henrique Inacio Ramos
Beneficiário:Dev Sriranganadane
Supervisor no Exterior: Manfredo Riccardo Quadroni
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université de Lausanne (UNIL), Suíça  
Vinculado à bolsa:14/00170-6 - Estudo da interação de Hsp90 com outras proteínas por ligação cruzada e investigação da ligação de metais e seus efeitos, BP.PD
Assunto(s):Espectrometria de massas

Resumo

A Hsp90 (proteína de choque térmico de 90 kDa) desempenha um papel fundamental na maturação de pelo menos 10% de todas as proteínas produzidas pela célula, o que a torna importante para muitos processos celulares, tais como sinalização, proteostase, epigenética, manutenção dos telômeros, imunidade inata, etc. Obviamente, alterações neste "nó altamente conectado" leva a distúrbios na função da célula, resultando em conseqüências drásticas para o organismo. A Hsp90 parece desempenhar um papel central na patologia de vários tipos de câncer, tendo como clientes muitas quinases envolvidas na progressão de tumores. Desse modo, os inibidores específicos de Hsp90 e suas co-chaperonas são importantes alvos clínicos. A estrutura tridimensional da Hsp90 citosólica humana ainda não foi determinada e os mecanismos pelos quais sua atividade chaperona é modulada ainda não são totalmente conhecidos. O conjunto de co-chaperonas que desempenham papel fundamental nos processos acima mencionados também não são completamente conhecidos. A Hsp90 humana e de outros organismos têm um enorme potencial terapêutico e se torna essencial desvendar as forças que estabilizam a sua estrutura e os mecanismos pelos quais as suas funções são modulados, resultando na maturação de proteínas clientes. O grupo do Prof. Carlos Ramos tem investigados os aspectos conformacionais e funcionais da Hsp90, mas como mencionado antes, o impacto da interação com o suas co-chaperonas, como HOP, CHIP ou SGT1, ainda precisam ser elucidados. Para atingir esse objetivo propomos analisar o "cross-link" químico dos complexos entre chaperonas / co-chaperonas usando MS/MS acoplada a espectrometria de massa de alta resolução, a fim de: 1) Determinar os aspectos conformacionais da Hsp90 complexada com suas co-chaperonas, 2) Determinar os aspectos conformacionais das co-chaperonas sozinhas e complexadas com Hsp90, 3) Investigar a interação da Hsp90 com várias co-chaperonas, usando diferentes tipos de "cross-link" (zero "length cross-link" e 7-11 A "cross-link"). Essas análises serão possíveis graças à colaboração com o grupo do Dr. Manfredo Quadroni, que possui o estado da arte na área de espectrometria de massas. O objetivo durante 1 mês é pré-fracionar as amostras quimicamente ligadas, injetar no espectrômetro de massas e analisar os dados obtidos.