Busca avançada
Ano de início
Entree

Representação de redes complexas do setor de transportes em sistemas de informações geográficas - perspectiva de análise de impactos de desastres naturais

Processo: 15/18065-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Pesquisador responsável:Leonardo Bacelar Lima Santos
Beneficiário:Beatriz Marques Moreira da Silva
Instituição-sede: Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Nacionais (CEMADEN). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Cachoeira Paulista , SP, Brasil
Assunto(s):Mobilidade urbana   Impactos ambientais   Desastres ambientais   Gestão de riscos   Planejamento territorial urbano   Sistema de informação geográfica (SIG)   Grafos   Redes complexas

Resumo

Desastres Naturais podem causar danos em diversos setores de uma cidade, especialmente no setor de transportes. Sistemas de Informações Geográficas permitem visualização de dados geográficos, como vetores de zonas de tráfego (polígonos adotados como unidade de estudos de mobilidade urbana) e arruamentos (linhas que representam o conjunto de ruas da cidade). A representação de uma estrutura de dados tipo Rede Complexa (conjunto de vértices e arestas representando um Sistema Complexo) pode ser feita considerando os centroides das zonas de tráfego como os vértices, conectados uns aos outros de acordo com o fluxo de pessoas ao longo da infraestrutura de arruamentos. O presente projeto visa apresentar um esquema conceitual e implementação computacional da representação de uma Rede Complexa (com toda sua análise) em um Sistema de Informações Geográficas. A apresentação de resultados de tal forma é aderente ao contexto de gestão de riscos, tema de interesse nacional, e pode ser um recurso adicional a políticas públicas de monitoramento e alertas de Desastres Naturais e planejamento urbano sustentável e resiliente frente a impactos potenciais de Desastres Naturais no setor de transportes.