Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação e concordância entre os achados da tomografia de coerência óptica intracoronária e da angiotomografia computadorizada de 320 canais na avaliação da Aterosclerose coronariana

Processo: 15/02239-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 01 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Marco Antonio Perin
Beneficiário:Luiz Fernando Ybarra Martins de Oliveira
Instituição-sede: Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein (IIEPAE). Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (SBIBAE). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cardiologia   Doença da artéria coronariana   Tomografia de coerência óptica   Angiotomografia das coronárias

Resumo

A doença aterosclerótica é responsável por quase metade dos óbitos ocorridos anualmente, além de ser uma das principais causas de comorbidades. Embora a Aterosclerose seja por si só uma doença benigna, frequentemente leva a complicações, como a trombose aguda. Esta costuma ocorrer pela ruptura ou erosão de uma placa aterosclerótica e culmina num evento isquêmico agudo. Até este momento, a identificação de pacientes de alto risco para um evento vascular agudo depende principalmente de escores de risco. Embora os escores estimem corretamente o risco cardiovascular de homens de meia-idade, eles não são tão precisos nos pacientes mais idosos e, principalmente, nos mais jovens. Testes não-invasivos de isquemia são utilizados para refinar esta avaliação em indivíduos de alto risco, fornecendo informações sobre potenciais estenoses coronárias. Contudo, eles apenas permitem a identificação das placas obstrutivas graves, que limitam a reserva de fluxo coronário. Como muitos dos eventos coronários são causados pela lesão de uma placa hemodinamicamente pouco significante, que é, entretanto muito mais comum do que aquelas limitantes do fluxo, o valor preditivo de testes não-invasivos para um evento coronariano agudo é bastante baixo. Durante a ultima década, o desenvolvimento de novas ferramentas para identificar as placas ateroscleróticas vulneráveis elevou a acurácia preditiva e diagnóstica. O objetivo deste estudo será comparar os achados coronários da tomografia computadorizada de 320 canais, exame não-invasivo para avaliação das artérias coronárias, com os da tomografia de coerência óptica, exame invasivo padrão-ouro para o diagnóstico da placa vulnerável. Ao término desta pesquisa esperamos contribuir para o melhor conhecimento das características morfológicas das placas ateroscleróticas observáveis em ambas as modalidades de imagem, e assim poder proporcionar aos pacientes avaliação mais acurada e possivelmente não invasiva do risco cardiovascular. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
YBARRA, LUIZ F.; SZARF, GILBERTO; ISHIKAWA, WALTHER; CHAMIE, DANIEL; CAIXETA, ADRIANO; PURI, RISHI; PERIN, MARCO A. Diagnostic Accuracy of 320-Row Computed Tomography for Characterizing Coronary Atherosclerotic Plaques: Comparison with Intravascular Optical Coherence Tomography. CARDIOVASCULAR REVASCULARIZATION MEDICINE, v. 21, n. 5, p. 640-646, MAY 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.