Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação preliminar anti-Helicobacter pylori de espécies de Copaifera spp

Processo: 15/19714-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Carlos Henrique Gomes Martins
Beneficiário:Lucas Kozoski de Lima
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/13630-7 - Validação química e farmacológica de extratos e princípios ativos de espécies de Copaifera, AP.TEM
Assunto(s):Oleorresinas   Antibacterianos

Resumo

As infecções gástricas ainda são motivos de preocupação para áreas como a microbiologia, gastroenterologia e principalmente a oncologia, uma vez que frequentemente a presença da bactéria Helicobacter pylori está diretamente relacionada com quadros clínicos severos de infecções, podendo evoluir para o desenvolvimento do câncer de estômago. A utilização de plantas naturais com fins medicinais é um costume antigo e hoje é largamente empregado na indústria farmacêutica e na medicina popular. Dentre as plantas medicinais com grande potencial farmacológico podemos destacar as copaíbas, árvores capazes de produzir óleos-resina com diversas propriedades farmacológicas e amplamente utilizadas na medicina popular brasileira. O estudo fitoterápico desta espécie vegetal baseia-se prioritariamente como, antiinflamatório, antimicrobiano, imunomodulatório, antioxidante, cicatrizante, entre outras. O presente projeto tem por objetivo avaliar a atividade antibacteriana do óleo-resina de copaíba, frente a cepa de H. pylori a partir de ensaios in vitro. Para avaliação da atividade antibacteriana serão utilizados o método de diluição em caldo visando à determinação da Concentração Inibitória Mínima (CIM), Concentrações Bactericidas Mínimas (CBM), e serão ainda determinados a partir de resultados promissores da CIM, a cinética bacteriana (Time Kill Assay).