Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução das vias de controle do desenvolvimento tecidual em Diptera

Processo: 15/20183-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Tatiana Teixeira Torres
Beneficiário:Raquel Dietsche Monfardini
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/10342-4 - Base molecular do controle do desenvolvimento mediado por Ilp8 em Hermetia illucens e Drosophila melanogaster, BE.EP.MS
Assunto(s):Análise de sequência de RNA   Expressão gênica   Evolução molecular

Resumo

Uma vez que os discos imaginais larvais dos insetos holometábolos são os precursores dos órgãos do indivíduo adulto, qualquer dano tecidual que não fosse corrigido acarretaria em erros na formação do órgão, podendo inviabilizar o adulto. Sendo assim, é necessário que haja mecanismos de controle do desenvolvimento tecidual no indivíduo jovem. Um exemplo desses mecanismos é o atraso na metamorfose. Estudos utilizando Drosophila melanogaster demonstraram que a proteína ILP8 está envolvida nesse controle, uma vez que, em que altas concentrações, retarda a formação da pupa, garantindo tempo suficiente para que o tecido danificado ou com crescimento descoordenado se regularize. Apesar de sua importância, pouco se sabe sobre a evolução do gene Ilp8 e seu envolvimento no atraso da metamorfose entre os dípteros. Estudos preliminares apontam a regulação do crescimento tecidual através do atraso na metamorfose desde dípteros basais, porém a presença do Ilp8 seria uma inovação do grupo Brachycera. Além disso, não é possível determinar a partir de qual taxon ele estaria envolvido na via de regulação do desenvolvimento tecidual. Para compreendermos a evolução do mecanismo de atraso, uma das melhores abordagens é a comparação da expressão gênica entre larvas com crescimento normal e larvas que sofreram dano tecidual durante seu desenvolvimento. Experimentos comparativos de RNA- seq de espécies com e sem ortólogos ao gene Ilp8 permitirão determinar a partir de que grupo o gene Ilp8 assumiu um papel na regulação do crescimento, bem como identificar, em espécies que não apresentam seu ortólogo, outros genes envolvidos nessa via metabólica.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MONFARDINI, Raquel Dietsche. Evolução das vias de controle do desenvolvimento tecidual em holometábolos. 2018. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.