Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das propriedades adesivas, pró-coagulantes e inflamatórias mediadas pelas interações in vitro das células endoteliais progenitoras circulantes e de células endoteliais diferenciadas a partir de IPS de pacientes com doença falciforme

Processo: 15/22192-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Margareth Castro Ozelo
Beneficiário:Stephanie Ospina Prieto
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/00984-3 - Doenças dos glóbulos vermelhos: fisiopatologia e novas abordagens terapêuticas, AP.TEM
Assunto(s):Hematologia   Comunicação celular

Resumo

Neste estudo, pretendemos avaliar as propriedades adesivas estáticas e em fluxo de células vermelhas (que contenham ou não HbS), às células endoteliais provenientes de pacientes com doença falciforme (HbSS e HbSC). As células endoteliais serão obtidas através de duas técnicas, a) o isolamento e cultivo de células endoteliais progenitoras circulantes (Blood Outgrowth Endothelial Cells, BOECs) e b) através da diferenciação de células endoteliais a partir de células-tronco pluripotentes induzidas (CE-iPS). Como controle, utilizaremos BOECs de indivíduos saudáveis e de pacientes portadores de outro quadro de anemia hemolítica (esferocitose hereditária) e de doença vaso-oclusiva (policitemia vera). Além disso, será avaliado a expressão pelas células endoteliais de marcadores inflamatórios e pró-coagulantes, além da avaliação das vias de sinalização envolvidas nas interações celulares sob diferentes condições de cultura estática e em fluxo. (AU)