Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise, através de ressonância magnética de 3 Tesla, do lobo temporal após acesso transsylviano para tratamento cirúrgico de epilepsia

Processo: 14/25358-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Enrico Ghizoni
Beneficiário:João Paulo Sant Ana Santos de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07559-3 - Instituto Brasileiro de Neurociência e Neurotecnologia - BRAINN, AP.CEPID
Assunto(s):Neurocirurgia   Epilepsia   Lobo temporal

Resumo

O principal objetivo dos acessos seletivos no tratamento cirúrgico da epilepsia do lobo temporal mesial (ELTM) refratária consiste na ressecção da amígdala e do hipocampo com o mínimo de dano ao neocórtex do lobo temporal e tronco temporal. O acesso transsylviano tem sido descrito como um dos acessos cirúrgicos mais seletivos para o tratamento da ELTM, contudo se observa com freqüência atrofia do polo temporal após o procedimento. Uma potencial desconexão do lobo temporal, causada por danos ao tronco temporal e seus fascículos, além da ressecção da amígdala e hipocampo, é a principal hipótese para esta atrofia. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar as consequências anatômicas e de conectividade do acesso transsylviano ao lobo temporal no tratamento da ELTM, através de ressonância magnética de 3 Tesla (RM 3T). Será realizado estudo transversal e os dados receberão o tratamento estatístico adequado à sua natureza. Espera-se, com o estudo, definir as conseqüências pós operatórias ao lobo temporal, do ponto de vista anatômico e de conectividade, e assim definir se o acesso é realmente seletivo como inicialmente proposto.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.