Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de medicamentos psicotrópicos: fatores associados, motivos do uso e tendência temporal em estudo de base populacional

Processo: 15/16161-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Marilisa Berti de Azevedo Barros
Beneficiário:Camila Stéfani Estancial Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Avaliação em saúde   Transtornos mentais   Psicotrópicos

Resumo

INTRODUÇÃO: Estudos clínicos comprovam que medicamentos psicotrópicos adequadamente prescritos são eficazes para o controle e redução dos sintomas e sofrimentos provocados pelos transtornos mentais, porém, seu uso inadequado e abusivo pode provocar efeitos adversos indesejáveis e dependência química, levando a dificuldades quando se deseja a interrupção do tratamento, além de gastos desnecessários para o setor saúde. São, então, necessários estudos que investiguem a prevalência, os fatores associados, e monitorem a tendência do uso de psicotrópicos visando subsidiar as ações da política de assistência farmacêutica para a promoção do uso racional, bem como prevenção das consequências do uso abusivo. OBJETIVO: Analisar o perfil epidemiológico, os fatores associados e a tendência temporal do uso de psicofármacos na população residente na área urbana do município de Campinas. MATERIAL E MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal de base populacional que analisará indivíduos não institucionalizados com idades de 10 anos ou mais, que compõem a amostra do Inquérito ISAcamp 2014/15 (Processo Fapesp 2012/23324-3). A variável dependente do estudo será o uso de algum medicamento psicotrópico nos 15 dias que antecederam a entrevista. Para a identificação dos fatores associados serão analisados os seguintes conjuntos de variáveis independentes: demográficas e socioeconômicas, de comportamentos relacionados à saúde, estado de saúde e morbidades e indicadores de bem-estar e violência. Para a análise da tendência temporal serão utilizados, além do ISACamp 2014/15, dados dos inquéritos aplicados em 2001/2002 e 2008/2009. Serão estimadas proporções e prevalências segundo as variáveis independentes e realizadas análises de regressão simples e múltiplas de Poisson. A análise de dados será feita com auxílio do programa Stata 13.0.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.