Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise isotópica de águas subterrâneas por espectrometria de massas com plasma acoplado indutivamente

Processo: 15/25094-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Pedro Vitoriano de Oliveira
Beneficiário:Gabriel Gustinelli Arantes de Carvalho
Supervisor no Exterior: Lu Yang
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : National Research Council Canada (NRC), Canadá  
Vinculado à bolsa:15/06161-1 - Emprego de substratos poliméricos para separação e concentração de elementos terras raras de águas, BP.PD
Assunto(s):Espectrometria de massas   Espectrometria de massa por plasma acoplado indutivamente   Razão isotópica   Diluição isotópica

Resumo

Nas últimas décadas, as determinações precisas e exatas de razões isotópicas de elementos têm sido alvo de intensa pesquisa em diversas áreas do conhecimento, como, por exemplo, ambiental, geológica, biológica, arqueológica e médica. A análise isotópica de águas subterrâneas destinadas ao consumo humano pode fornecer informações úteis com respeito aos processos de transferência de elementos nos diferentes compartimentos do ambiente, e também para a avaliação de possíveis influências antropogênicas que podem prejudicar a qualidade dessas águas. No entanto, a realização de medidas precisas e exatas de razões isotópicas pode ser considerada complexa e requer, na maioria das vezes, (i) conhecimento prévio com relação ao preparo das amostras e às correções de discriminação de massas, e (ii) instrumentação apropriada como, por exemplo, um espectrômetro de massas multicoletor com plasma acoplado indutivamente (MC-ICP-MS). O objetivo deste projeto é o desenvolvimento de um método analítico para a determinação de razões isotópicas de elementos terras raras (REE) em águas subterrâneas por MC-ICP-MS. Cabe informar que estes elementos são bastante usados como traçadores ambientais em têm sido amplamente utilizados como indicadores de poluição em águas naturais. Os experimentos preliminares serão conduzidos com uma amostra composta com o intuito de se definir o(s) par(es) de isótopo(s) e a estratégia de pré-tratamento de amostra mais apropriados. Também serão investigadas as condições operacionais do MC-ICP-MS e métodos de correção de discriminação de massas. Amostras de águas subterrâneas coletadas em diferentes municípios do Estado de São Paulo, Brasil, serão analisadas empregando-se o método proposto, e os resultados de razão isotópica serão utilizados para a avaliação de influências naturais e antropogênicas nesses reservatórios de água.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ARANTES DE CARVALHO, GABRIEL GUSTINELLI; OLIVEIRA, PEDRO VITORIANO; YANG, LU. Determination of europium isotope ratios in natural waters by MC-ICP-MS. Journal of Analytical Atomic Spectrometry, v. 32, n. 5, p. 987-995, MAY 1 2017. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.