Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do nível da diferença de cátions e ânions da dieta e da duração da alimentação pré-parto no metabolismo de cálcio e energia em vacas de transição

Processo: 15/22047-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 31 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 04 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Claudia Maria Bertan Membrive
Beneficiário:Barbara Piffero Mello
Supervisor no Exterior: José Eduardo P. Santos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Florida, Gainesville (UF), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:15/03331-3 - Estudo dos mecanismos de ação pelos quais o estradiol estimula a síntese de PGF2a endometrial em fêmeas bovinas: avaliação dos seus efeitos na população de receptores endometriais para progesterona e estradiol, BP.IC
Assunto(s):Bovinos leiteiros   Hipocalcemia   Cálcio   Manipulação de alimentos

Resumo

O status de cálcio é importante para ativar as células imunológicas (Lewis, 2001), portanto, afeta o risco de doenças uterinas em vacas leiteiras (Martinez, 2012) e estas doenças retardam a ovulação pós-parto, diminuindo as taxas de prenhez por inseminação artificial (IA) e aumentam as perdas gestacionais. Manipular a composição mineral de ração pré-parto através da incorporação de sais acidogênicos para reduzir a diferença de cátions e ânions dietéticos (DCAD) induz uma acidose metabólica compensatória e melhoram o metabolismo do cálcio (Ca) no início da lactação, o que impede que a febre do leite. A eficácia das rações DCAD negativas para prevenir a febre do leite é bem documentada (Enders et al, 1971; Block, 1984). No entanto, existem grandes preocupações quando as vacas são alimentadas com sais acidogênicos em excesso que induzem uma acidose metabólica mais exacerbada (Bigner et al., 1996). O objetivo deste estudo é determinar os efeitos de estender a alimentação com sais acidogênicos no pré-parto em dois níveis de DCAD negativo sobre a energia e o metabolismo mineral, produção e saúde em vacas leiteiras. O estudo será realizado na Universidade da Flórida, em Gainesville (EUA). Nele serão usadas 72 vacas da raça Holandesa no final da gestação, com 235 dias de gestação (aproximadamente 6 semanas pré-parto) será bloqueado pelo aleitamento e distribuídos aleatoriamente a um dos quatro tratamentos arranjados como fatorial 2 x 2. Os principais efeitos dos tratamentos serão os níveis de DCAD negativos (-80 mEq/kg vs. -200 mEq/kg) e duração da dieta pré-parto (3 vs. 6 semanas). A equação utilizada para calcular a DCAD será: [(mEq de K + mEq de Na) - (meq de Cl + mEq de S)] (Block, 1984; Charbonneau et al., 2006). As vacas pré e pós-parto serão alojadas em free-stall equipados com portas de alimentação individuais. As vacas serão transferidas para o centro de pesquisa com 235 dias de gestação. As alterações na DCAD serão impostas pelo aumento da quantidade de sal acidogênico com alto teor de cloreto (Cl) para criar as dietas com -80 e -200 mEq/kg. As dietas serão isonitrogenadas e isocalóricas, e vão conter as mesmas quantidades de forragem e fibras. Serão feitas todas as tentativas para variar apenas Cl nas dietas. Vacas na dieta DCAD de curta duração (3 semanas) receberão a mesma dieta, mas sem qualquer sal acidogênico de 235 a 255 dias de gestação, após esse período que elas vão receber ou a -80 ou -200 mEq/kg DCAD dieta. As vacas na dieta DCAD de longa duração (6 semanas) vão iniciar o experimento recebendo umas duas dietas DCAD negativos. Durante o experimento será medido o consumo de MS, produção e composição do leite, peso corporal, escore de condição corporal e saúde, pH urinário e excreção de Ca, magnésio e fósforo, serão tomadas amostras de sangue para análises de Ca, magnésio, fósforo, NEFA, BHBA, glicose e insulina e, finalmente, será feita um teste de desafio à insulina e teste de tolerância à glicose. (AU)