Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação da expressão circadiana do cortisol de enfermeiros segundo trabalho em turnos fixos, estresse ocupacional e fadiga

Processo: 15/16498-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem
Pesquisador responsável:Maria Helena Palucci Marziale
Beneficiário:Dnieber Chagas de Assis
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Trabalho noturno   Hidrocortisona   Saúde ocupacional

Resumo

A relação entre o trabalho e a vida dos trabalhadores tem sido objeto de estudos que visam compreender como as diversas formas de organização de trabalho agem sobre o pensar e o sentir dos trabalhadores. No Brasil, de modo geral, a relação saúde-trabalho é problemática, devido especialmente à deficiência de condições de vida e trabalho adequadas. No presente trabalho a proposta é avaliar o estresse ocupacional dos trabalhadores da equipe de enfermagem submetidos ao trabalho em turnos fixos noturnos e a concentração de cortisol e sua possível associação com estressores ocupacionais. Trata-se de um estudo transversal, comparando-se trabalhadores da equipe de enfermagem de turno noturno fixo a trabalhadores de turno diurno fixo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (MG) e do Hospital de Clínicas de Ribeirão Preto (SP). Serão utilizados três instrumentos para coletar informações sobre o estresse (Escala de Estresse no Trabalho), fadiga (Escala de Fadiga de Chalder) e sonolência (Escala de Sonolência de Epworth); amostras de saliva serão coletadas dos trabalhadores para análise do nível de cortisol. Os dados serão submetidos à análise estatística para verificar se há associação estatisticamente significativa entre os níveis de cortisol, e fadiga, estresse e sonolência. O projeto foi encaminhado ao Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ASSIS, Dnieber Chagas de. Associação da expressão circadiana do cortisol de enfermeiros segundo trabalho em turnos, estresse ocupacional e fadiga. 2018. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.