Busca avançada
Ano de início
Entree

O brincar e as políticas públicas para a infância

Processo: 15/20793-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 21 de março de 2016
Vigência (Término): 20 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Pesquisador responsável:Marie Claire Sekkel
Beneficiário:Marie Claire Sekkel
Anfitrião: Heinz Sunker
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Bergische Universität Wuppertal, Alemanha  
Assunto(s):Políticas públicas

Resumo

Este estudo parte da compreensão do brincar como atividade fundamental para o desenvolvimento do indivíduo e da cultura, e tem entre seus objetivos refletir sobre como as condições que possibilitam o brincar podem ser representadas nas políticas públicas voltadas à infância. Pretende-se pesquisar junto a um centro interdisciplinar especializado em estudos sobre políticas públicas para a infância em Wuppertal, na Alemanha. As análises sobre o brincar baseiam-se principalmente nas abordagens fundamentadas em Donald Winnicott e Walter Benjamin, cujas ideias coincidem na compreensão do brincar como fenômeno inseparavelmente psíquico e cultural. A partir da discussão sobre concepções de infância, relações intergeracionais e direitos das crianças, pretende-se refletir sobre as condições que propiciam o brincar, a fim de construir análises que contribuam para a formulação de políticas públicas que avancem no processo democrático rumo a uma sociedade humanizada. Ao lado dessas propostas, pretende-se refletir sobre o papel da psicologia nas pesquisas interdisciplinares sobre a infância.