Busca avançada
Ano de início
Entree

Reservas Particulares do Patrimônio Natural no Estado do Paraná (Brasil) e as áreas protegidas privadas na Catalunya (Espanha): situação atual, políticas públicas e gestão ambiental

Processo: 15/25460-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Yuri Tavares Rocha
Beneficiário:Gustavo Luis Schacht
Supervisor no Exterior: Joan Manuel Soriano Lopez
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universitat Autònoma de Barcelona (UAB), Espanha  
Vinculado à bolsa:14/01871-8 - Reservas particulares do patrimônio natural no Estado do Paraná (Brasil) e as áreas protegidas privadas na Catalunya (Espanha): situação atual, políticas públicas e gestão ambiental, BP.DR
Assunto(s):Áreas de conservação   Reserva particular do patrimônio natural   Biogeografia

Resumo

Pode-se dizer que unidades de conservação da natureza são a forma mais efetiva de proteção da biodiversidade que se conhece. No Brasil, uma das modalidades destas unidades em caráter privado são as Reservas Particulares do Patrimônio Natural, que mostram o interesse do proprietário privado na preservação. Do mesmo modo na Espanha, a proteção privada conta com importantes incentivos. Neste país, assim como em vários outros países do mundo o processo de proteção em território privado é denominado de Custodia del territorio e se dá por meio de parcerias entre entidades de custódia e o proprietário da terra, diferente do Brasil onde ocorre participação pública. Atualmente na Espanha, o processo de criação destas áreas é determinado pela Ley 42 de 13 de dezembro de 2007, sobre o Patrimonio Natural y de la Biodiversidad do país. Esta pesquisa tem como objetivo principal elaborar um estudo comparativo entre as áreas de proteção privadas do estado do Paraná, Brasil e da Catalunya, Espanha, criando um diagnóstico inédito e atual sobre estas unidades, além de avaliar a gestão dada as propriedades nos dois países. Busca-se ainda entender a relação dessas propriedades de proteção da natureza, com os diferentes órgãos do governo e entidades sem fins lucrativos, como as entidades de custódia do território. A presente pesquisa comparativa entre os dois países será essencial para o intercâmbio de informações e técnicas, bem como para a atualização e formulação de políticas públicas específicas que aliem a preservação da natureza e a utilização do território por seus proprietários.