Busca avançada
Ano de início
Entree

Míldio da videira: progresso espacial e temporal da doença, diversidade populacional e papel da reprodução sexuada na dinâmica de epidemias em regiões subtropicais

Processo: 15/26106-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Lilian Amorim
Beneficiário:Meyriele Pires de Camargo
Supervisor no Exterior: Harald Scherm
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Georgia (UGA), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:14/05522-8 - Progresso espaço-temporal da ferrugem e do míldio da videira em plantas com arquiteturas distintas, BP.DR
Assunto(s):Epidemiologia

Resumo

O míldio da videira (Plasmopara viticola) é considerada a doença mais importante em todas as regiões produtoras de uva do mundo. A doença pode causar perdas de até 100% na produção. P. viticola apresenta um alto nível de variabilidade genética e claras diferenças entre populações provenientes de áreas geográficas distintas. A ocorrência de espécies crípticas no Brasil ainda não foi relatada. Os oósporos (estruturas de sobrevivência de origem sexuada) representam a principal fonte de inóculo para a ocorrência de infecções primárias em clima temperado. Além de atuarem no inóculo primário, os oósporos podem contribuir no progresso da epidemia durante a estação de cultivo. Estudos sobre o progresso espaço-temporal da doença e sobre a ocorrência da reprodução sexuada e da variabilidade genética da população de P. viticola em regiões tropicais e subtropicais são limitados. O conhecimento sobre esses assuntos pode contribuir no entendimento do processo epidêmico do míldio nessas regiões climáticas. Assim, os objetivos da pesquisa são: (i) avaliar o progresso espacial e temporal de míldio e comparar com a dinâmica epidêmica no Brasil; (ii) investigar a diversidade populacional de P. viticola dos estados da Georgia-USA, e de São Paulo-Brasil, para entender o papel das infecções primárias e secundárias na epidemia de míldio da videira; (iii) e verificar a ocorrência da reprodução sexuada de P. viticola durante a estação de cultivo em climas subtropicais para inferir sobre o seu papel na dinâmica de epidemias. Para a avaliação do progresso espaço-temporal do míldio, a incidência e severidade da doença serão avaliadas semanalmente. Os dados serão ajustados a modelos matemáticos por meio de regressões não-lineares. O progresso espacial será analisado pelo coeficiente de dispersão (D) e pela Lei de Taylor modificada. Por meio de regressões conjuntas, os resultados obtidos na Georgia-USA complementarão aqueles obtidos nos experimentos conduzidos em São Paulo-Brasil. A diversidade populacional será caracterizada molecularmente. Lesões foliares de diferentes combinações de vinhedos, variedades e regiões do estado de São Paulo serão coletadas e analisadas por reação em cadeia de polimerase (polymerase chain reaction - PCR) com primers específicos, e sequência polimórfica amplificada clivada (cleaved amplified polymorphic sequence - CAPS), os quais permitirão o reconhecimento de espécies crípticas, se presentes. A caracterização de infecções causadas por reprodução sexuada e assexuada de P. viticola será realizada com marcadores moleculares. Amostras de folhas da variedade Niagara Rosada (Vitis labrusca) serão coletadas do vinhedo experimental de Piracicaba-SP em três diferentes épocas da estação de cultivo. Marcadores de sequências simples repetidas (Simple sequence repeat - SSR) revelarão a ocorrência de polimorfismo nas amostras coletadas no vinhedo. Os resultados elucidarão a função das estruturas de reprodução sexuada e assexuada na epidemia de míldio em regiões tropicais e subtropicais.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAMARGO, MEYRIELE P.; MOMESSO, BRUNA V.; HAHN, MARLON H.; DUARTE, HENRIQUE S. S. Development and validation of a standard area diagram set to estimate severity of grapevine downy mildew on Vitis labrusca. European Journal of Plant Pathology, v. 155, n. 3, p. 1033-1038, NOV 2019. Citações Web of Science: 0.
CAMARGO, M. P.; HONG, C. F.; AMORIM, L.; SCHERM, H. Cryptic species and population genetic structure of Plasmopara viticola in Sao Paulo State, Brazil. PLANT PATHOLOGY, v. 68, n. 4, p. 719-726, MAY 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.