Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da ectonucleotidase CD39 no estabelecimento da imunossupressão induzida pela sepse

Processo: 15/25974-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 30 de abril de 2016
Vigência (Término): 29 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:José Carlos Farias Alves Filho
Beneficiário:Daniele Carvalho Bernardo Nascimento
Supervisor no Exterior: Bernhard Ryffel
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université d'Orléans, França  
Vinculado à bolsa:12/10100-0 - O papel das ectonucleotidases e da adenosina no estabelecimento da imunossupressão induzida pela sepse, BP.PD

Resumo

A imunossupressão tem sido descrita como uma das principais sequelas em longo prazo nos sobreviventes à sepse, que é caracterizada, principalmente, pela expansão de células T reguladoras (Tregs). No entanto, o mecanismo pelo qual ocorre a expansão de Treg ainda precisa ser mais investigado. Tem sido descrito que a adenosina extracelular pode induzir a diferenciação de Treg através da ativação do receptor A2a de adenosina (A2aR). Interessantemente, os resultados obtidos durante o desenvolvimento do projeto atual demostraram que o bloqueio farmacológico ou a deficiência genética de A2aR foram capazes de diminuir a expansão de Tregs e aumentar a resistência de animais sobreviventes à sepse contra um segundo desafio, sugerindo que a adenosina extracelular está envolvida, pelo menos em parte, com o desenvolvimento de imunossupressão induzida pela sepse. A degradação do ATP extracelular por atividades sequenciais de duas ectonucleotidases, CD39 e CD73, tem sido considerada a principal via para a produção de adenosina extracelular, sugerindo que estas enzimas são fortes componentes da imunossupressão induzida pela sepse. A fim de dar continuidade ao nosso projeto, nós estabelecemos uma colaboração com o Prof. Bernhard Ryffel do CNRS na França para investigar o papel do CD39 no desenvolvimento de imunossupressão induzida pela sepse. Portanto, nós estamos aplicando no programa de bolsas BEPE para passar 1 ano no laboratório do Prof. Ryffel para desenvolver este projeto. (AU)