Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise in vitro do papel dos genes HOXA10, HOXC9, HOXC10 e HOXC13 na tumorigênese do câncer de cabeça e pescoço

Processo: 15/16329-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Wilson Araújo da Silva Junior
Beneficiário:Graziela de Moura Aguiar
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/08135-2 - CTC - Centro de Terapia Celular, AP.CEPID
Assunto(s):Transformação celular neoplásica   Neoplasias de cabeça e pescoço   Neoplasias

Resumo

Os genes HOX constituem um subgrupo da família Homeobox, que se caracterizam pelo alto grau de conservação entre fungos, plantas e animais. Em mamíferos, os genes HOX se subdividem em 4 grupos gênicos ou clusters: grupos HOXA, HOXB, HOXC e HOXD, localizados nos cromossomos 2, 7, 17 e 12, respectivamente. Até o presente momento já foram identificados 39 genes HOX, que atuam no desenvolvimento embrionário regulando processos biológicos como: proliferação, diferenciação, migração, angiogênese e apoptose. Esses processos são reativados durante a carcinogênese e regulados por programas genéticos que incluem os genes HOX. Estudos recentes apontam que esses genes podem exercer papel importante em vários tipos de câncer. Em estudo recente2, apresentado como tese, nosso grupo identificou oito membros de genes HOX (HOXA10, HOXA11-AS1, HOXC8, HOXC9, HOXC10, HOXC13, HOXD10 e HOXD11) com expressão elevada em câncer de cabeça e pescoço (CCP). Ensaios in vitro corroboraram o papel dos genes HOXC8, HOXD10 e HOXD11, em processos biológicos associados com a tumorigênese do CCP. Sendo assim, o presente estudo visa avaliar se os demais (HOXA10, HOXA11-AS1, HOXC9, HOXC10 e HOXC13) atuam de forma semelhante na tumorigênese e progressão tumoral.