Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da efetividade de intervenção multidisciplinar em adolescentes com excesso de peso no Centro de Recuperação e Educação Nutricional - CREN: projeto eu aprendi, eu ensinei

Processo: 15/24848-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Ana Lydia Sawaya
Beneficiário:Carlos Eduardo da Silva
Instituição-sede: Centro de Recuperação e Educação Alimentar (CREN). Núcleo Interdepartamental de Segurança Alimentar e Nutricional (NISAN). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/22351-2 - Estudo da efetividade de intervenção multidisciplinar em adolescentes com excesso de peso no Centro de Recuperação e Educação Nutricional - CREN: projeto eu aprendi, eu ensinei, AP.R
Assunto(s):Exercício físico   Estudo multidisciplinar   Obesidade

Resumo

O excesso de peso já presente de forma epidêmica na adolescência é uma das maiores preocupações no mundo atualmente. Crescem as evidências que uma intervenção adequada requer não só uma abordagem que leve à modificação do hábito alimentar, mas auxilie na qualidade de vida. Faltam estudos que tenham monitorado por mais de seis meses adolescentes com excesso de peso em tratamento multidisciplinar. A hipótese em que se baseia o presente estudo é que tratamento multidisciplinar baseado em intervenção de acordo com estágios de mudança de comportamento e motivação possa levar à normalização do peso em adolescentes com excesso de peso. O objetivo é, portanto, estudar a efetividade de uma intervenção multidisciplinar baseada no modelo transteórico de mudança de comportamento para tratamento de adolescentes com excesso de peso no Centro de Recuperação e Educação Nutricional com duração de dezoito meses. Para tanto será desenvolvido um protocolo de intervenção que acompanhará dois grupos de adolescentes (>1 e d 3 escore Z de IMC-para-idade): experimental (n=100) e controle (n=100). O grupo experimental responderá ao algoritmo do modelo transteórico para mudança do comportamento de atividade física a cada seis meses e receberá intervenção de acordo com o estágio de mudança; participará de oficinas de educação nutricional, educação física, psicologia e de integração; e receberá atendimento individual para acompanhamento nutricional, de atividade física, psicológico, e clínico. O grupo controle será composto por adolescentes que participarão de uma consulta mensal com nutricionista e bimensal com o pediatra.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.