Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo retrospectivo: avaliação das manifestações clínicas em gestantes e neonatos com toxoplasmose atendidos em um ambulatório SUS de 2009 a 2013

Processo: 15/20350-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Cinara de Cássia Brandão de Mattos
Beneficiário:Mariana Reis Nogueira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Gestantes   Epidemiologia   Toxoplasma   Amniocentese   Toxoplasmose congênita   Toxoplasma gondii

Resumo

A toxoplasmose é uma doença infecciosa causada pelo parasito Toxoplasma gondii. Apesar de ser assintomática quando afeta indivíduos imunocompetentes, ela representa alto-risco às gestantes infectadas e seus respectivos bebês pelos efeitos adversos que pode gerar. O objetivo geral deste projeto é avaliar as gestantes com suspeita clínica de toxoplasmose gestacional/congênita. Seus objetivos específicos compreendem: 1. avaliar a condições clínicas das gestantes infectadas por T. gondii durante o pré-natal; 2. identificar o tratamento indicado durante a gravidez; 3. identificar e avaliar as condições apresentadas pelos neonatos; 4. identificar e avaliar as condições das crianças e as respostas destes ao tratamento continuado por pelo menos 18 primeiros meses após o nascimento. Serão avaliados os dados de gestantes tais como: idade gestacional, tratamento indicado, diagnóstico clínico, diagnóstico laboratorial, entre outros que venham a ser relevantes na avaliação clínica. Especialmente, das gestantes que foram submetidas à amniocentese para a realização do diagnóstico molecular da toxoplasmose pela PCR (Reação em Cadeia da Polimerase), caracterizando a infecção fetal por T. gondii. Serão analisados os dados sorológicos (métodos utilizados, classes de anticorpos identificada, etc); dos respectivos neonatos e crianças serão avaliados o desenvolvimento neurológico, auditivo, visual, tratamento indicado e outras condições clínicas potencialmente relacionadas à toxoplasmose e correlacionados com as condições maternas e suas potenciais relações de causa e efeito. Os dados coletados serão comparados com o uso de teste exato de Fisher e ou do qui-quadrado (quando for o caso) e do teste t (para variáveis contínuas). Também serão calculados os valores de Odds Ratio e do intervalo de confiança a 95%. O valor alfa adotado será o de 5%. Espera-se que os resultados possam contribuir para elucidar os efeitos das infecções gestacional e congênita pelo T. gondii nas crianças afetadas.