Busca avançada
Ano de início
Entree

Produtos naturais bioativos: estudo clínico de medicamento fitoterápico contendo extratos padronizados de Arrabidaea chica Verlot para tratamento de mucosite de indivíduos em tratamento de câncer de cabeça e pescoço

Processo: 15/24792-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Mary Ann Foglio
Beneficiário:Núbia de Cássia Almeida Queiroz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/08338-6 - Produtos naturais bioativos: estudo clínico de medicamento fitoterápico contendo extratos padronizados de Arrabidaea chica Verlot para tratamento de mucosite de indivíduos em tratamento de câncer de cabeça e pescoço, AP.R
Assunto(s):Estomatite   Arrabidaea chica   Medicamentos fitoterápicos   Toxicidade

Resumo

A mucosite oral (MO) é um efeito colateral de alguns tratamentos de câncer caracterizado por lesões ulcerativas dolorosas na cavidade bucal. A aplicação local de laser de baixa intensidade é eficaz na prevenção e na terapêutica da MO, com baixos custos para obtenção e manutenção dos aparelhos de laser. Porém a falta de cirurgiões-dentistas capacitados dificulta a utilização desta técnica em hospitais do Sistema Único de Saúde no Brasil, sendo necessária a busca de alternativas para o tratamento da MO. Estudos preliminares em ratos, conduzidos por nosso grupo de pesquisadores, indicaram uma importante atividade cicatrizante do extrato etanólico das folhas de Arrabidaea chica (EB) aliada a uma potencial ação protetora em modelo de mucosite do trato gastrointestinal induzida por 5-fluouracil. Dados da literatura de genotoxicidade e mutagenicidade mostraram que o extrato de A. chica pode ser utilizado com segurança em humanos. O objetivo deste projeto é conhecer possíveis sinais de toxicidade através de relatos de eventos adversos de pacientes saudáveis após a utilização do gel muco adesivo contendo extrato bruto padronizado de Arrabidaea chica, na cavidade oral, em estudo clinico de fase, para posterior estudos de fase 2 e 3. O estudo de fase 1 será realizado durante 30 dias, é do tipo "aberto", todos os indivíduos envolvidos terão conhecimento exato sobre os procedimentos a que serão submetidos. O medicamento será dispensado aos voluntários uma vez por semana, dentro de 30 dias corridos, em bisnagas individuais para cada aplicação por região, que será 3 vezes ao dia, ou seja, serão dispensados sete kits, semanalmente, com doze bisnagas individuais com quantidade suficiente para uma aplicação por região, contendo o gel muco adesivo do extrato ativo de A. chica 2,5 % e deverão aplicar o gel, três vezes ao dia, manhã, tarde e noite, em quatro diferentes regiões da mucosa oral. As bisnagas utilizadas terão que ser guardadas e entregues ao investigador responsável para verificar se houve o uso correto do medicamento. Antes de cada aplicação os voluntários deverão fazer higienização da boca através da escovação e uso do fio dental e não ingerir água e alimento por 30 minutos após a aplicação. Desta forma, espera-se ao término do estudo identificar ou não possíveis eventos adversos do extrato bruto de A. chica e encontrar uma alternativa eficaz e de baixo custo para o tratamento de MO (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)