Busca avançada
Ano de início
Entree

Monitoramento físico-químico e cromatográfico do reator de leito fluidificado em escala aumentada para a remoção de las em água de lavanderia comercial

Processo: 15/24865-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Fabricio Motteran
Beneficiário:Bianca Marques Nadai
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Tratamento de águas residuárias   Saneamento   Águas residuárias   Tensoativos   Reatores de leito fluidificado   Lavanderia   Processos físico-químicos   Método cromatográfico

Resumo

Os surfactantes disponíveis comercialmente são sintetizados a partir de derivados de petróleo como o Alquilbenzeno Linear Sulfonado (LAS). Estes tensoativos aniônicos possuem características tóxicas em relação ao meio ambiente, necessitando de maior controle ambiental. A avaliação da degradação do LAS em água residuária de lavanderia é tema de grande desafio, uma vez que o crescimento populacional intenso em países em desenvolvimento como o Brasil, não é acompanhado pelas obras de infra-estrutura necessárias, em especial as de Saneamento Básico. A água de lavanderia contém elevada concentração de LAS, que quando descartado diretamente nas redes de esgoto doméstico ou água residuária podem causar graves problemas, desde a formação de espumas, até a inibição dos microrganismos autóctones. Por meio da utilização de tecnologias de tratamento é possível obter a remoção e degradação anaeróbia dos surfactantes de água residuária de lavanderia comercial, o qual justifica a relevância deste estudo, na tentativa de buscar alternativas para a melhor adequação ambiental destes efluentes. O presente projeto tem por objetivo monitorar a eficiência de remoção de matéria orgânica e surfactante LAS do reator anaeróbio de leito fluidificado em escala aumentada (19 litros), com cinasita como material suporte e alimentado continuamente com água residuária de lavanderia comercial.