Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos moleculares da RhoGAP ARHGAP21 na formação de vesículas de VLDL em hepatócitos de Camundongos C57BL/6 heterozigotos para ARHGAP21

Processo: 15/23729-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 02 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Helena Cristina de Lima Barbosa Sampaio
Beneficiário:Lucas Zangerolamo
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/12611-0 - Mecanismos moleculares envolvidos na disfunção e morte de células beta pancreáticas no Diabetes mellitus: estratégias para a inibição desses processos e para a recuperação da massa insular, AP.TEM
Assunto(s):Fígado gorduroso   VLDL-Colesterol   Resistência à insulina   Fisiologia endócrina   Fígado   Dieta hiperlipídica

Resumo

A ARHGAP21 controla múltiplas funções celulares, como migração, proliferação, diferenciação e tráfego intracelular de vesículas. A ARHGAP21 é parceira molecular das GTPases ARFs, que controlam a formação de vesículas a partir do Golgi. Nosso modelo animal ARHGAP21-heterozigoto (Het, 50% da expressão da proteína) tratado com a dieta hiperlipídica (HFD) apresentou conteúdo elevado de triglicérides no fígado, comparado ao animal C57BL/6 alimentado com a mesma dieta. A HFD favoreceu acúmulo de lípides no animal Het, mas não sabemos como a redução no conteúdo da ARHGAP21 in vivo foi capaz de gerar maior esteatose hepática neste animal. Assim, há a possibilidade de que a ARHGAP21 esteja envolvida com os mecanismos que controlam a lipogênese ou secreção de lípides do fígado. Neste trabalho, utilizando camundongos C57BL/6 heterozigotos para a ARHGAP21 e alimentados com a dieta hiperlipídica, serão avaliados conteúdo gênico e proteico das proteínas ligadas a lipogênese, através de q-PCR e Western Blotting, respectivamente; acúmulo lipídico através de método colorimétrico-enzimático e oil red; interação entre as ARFs e ARHGAP21 através de ensaio de imunoprecipitação, bem como co-localização através de imunofluorescência e microscopia confocal; apoptose será avaliada através de citometria de fluxo; e sinalização da insulina será mensurada através da fosforilação da AKT em serina. Os grupos serão analisados pelo teste ANOVA two-way seguido de pós-teste de Bonferroni para avaliação da significância dos resultados. Considerando a participação essencial do fígado na dislipidemia associada ao excesso nutricional, este projeto tem como objetivo investigar a possível participação da ARHGAP21 na formação de vesículas de VLDL em hepatócitos de camundongos C57BL/6 normais e Het submetidos a HFD. Este projeto trará contribuições acerca do entendimento dos mecanismos moleculares que levam ao acúmulo de lípides hepáticos, bem como potencial elucidação das vias de sinalização das quais a ARHGAP21 participa.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZANGEROLAMO, LUCAS; SOARES, GABRIELA MOREIRA; VETTORAZZI, JEAN FRANCIESCO; DO AMARAL, MARIA ESMERIA; CARNEIRO, EVERARDO MAGALHAES; OLALLA-SAAD, SARA TERESINHA; BOSCHERO, ANTONIO CARLOS; BARBOSA-SAMPAIO, HELENA CRISTINA. ARHGAP21 deficiency impairs hepatic lipid metabolism and improves insulin signaling in lean and obese mice. Canadian Journal of Physiology and Pharmacology, v. 97, n. 11, p. 1018-1027, NOV 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.