Busca avançada
Ano de início
Entree

Adaptação para o português brasileiro dos subtestes de nomeação e compreensão de verbos da bateria Northwestern Assessment of Verbs and Sentences

Processo: 15/13335-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Letícia Lessa Mansur
Beneficiário:Isabel Junqueira de Almeida
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Afasia   Sintaxe   Testes de linguagem   Linguagem   Avaliação da linguagem

Resumo

Tema: Avaliação sintática de falantes do Português brasileiro cognitivamente saudáveis, com foco em verbos. O verbo tem um papel central em estudos neurolinguísticos, tanto em condições normais quanto patológicas, como na afasia. Entre os instrumentos de avaliação, o Northwestern Assessment of Verbs and Sentences (NAVS) deve ser destacado. O NAVS foi criado na língua inglesa e inclui produção e compreensão de verbos de ação, tanto isolados como em frases canônicas e não canônicas. Não há testes validados em Português brasileiro que contemplem simultaneamente propriedades semânticas e sintáticas dos verbos. Objetivos: realizar a tradução e a adaptação transcultural dos subtestes I e II, respectivamente nomeação e compreensão de verbos, que integram a bateria de testes NAVS; analisar a consistência interna do instrumento adaptado; descrever e comparar perfis de desempenho de falantes do Português brasileiro nos testes. Método: Fase 1 - Adaptação transcultural. Propõe-se a adaptação transcultural dos subtestes I e II da NAVS. Esse procedimento será baseado em métodos computadorizados, em parceria com o Curso de Ciências da Computação (USP, São Carlos). Fase 2 - Análise da consistência interna da ferramenta e descrição do perfil de sujeitos brasileiros sadios. O estudo contará com a participação de 50 indivíduos cognitivamente saudáveis, com idade entre 50-65 anos, divididos em dois grupos, de acordo com o nível de escolaridade: 4-8 anos e mais de 8 anos. Para avaliar a consistência interna dos testes, usaremos o coeficiente alfa de Cronbach. A análise descritiva incluirá o delineamento de perfis de desempenho e percentis. (AU)