Busca avançada
Ano de início
Entree

Hidrogeis derivados da L-fenilalanina e L-arginina para detecção de atividade leishmania

Processo: 15/16837-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Wendel Andrade Alves
Beneficiário:Denis Gabriel Blanco Limachi
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais   Química supramolecular   Biomateriais   Espectroscopia

Resumo

O ordenamento espontâneo de peptídeos possibilita a formação de arranjos estruturais mantidos por um delicado balanço de interações intermoleculares entre cadeias. Neste projeto, pretendemos investigar a imobilização de antígenos da leishmaniose nas matrizes de hidrogéis de sequências peptídicas mistas baseadas nos aminoácidos de L-fenilalanina (F) e L-arginina (R), covalentemente ligadas ao polímero sintético de polietileno glicol (PEG), visando o desenvolvimento de imunossensores. Especificamente, desejamos buscar informações acerca da nucleação, variação da viscoelasticidade e estabilização dos antígenos da leishmania no processo de hidrogelação em solução coloidal de peptídeos copolimerizada com PEG, usando um amplo conjunto de técnicas experimentais compreendendo espectroscopias diversas, microscopias em vários níveis e métodos de espalhamento de luz e raios X. Determinaremos variáveis importantes do processo de auto organização dessas estruturas, tais como constantes de agregação crítica e constantes cinéticas. Parâmetros físico-químicos do meio onde a auto-montagem ocorre serão modulados por meio da variação de força iônica, pH e polaridade do solvente. Com isso, visamos estabelecer um panorama das interações inter- e intramoleculares envolvidas no processo, contribuindo para o entendimento desses fenômenos de grande relevância em sistemas de interesse biológico.Toda manipulação de células será desenvolvida em colaboração com o grupo da Profa. Dra. Márcia Aparecida Sperança na UFABC, com apoio da FAPESP (Proc. No. 2012/20221-9).