Busca avançada
Ano de início
Entree

Integração de métodos em larga escala de "ômicas" em culturas celulares de câncer de pênis

Processo: 15/25373-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 08 de abril de 2016
Vigência (Término): 07 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Silvia Regina Rogatto
Beneficiário:Hellen Kuasne
Supervisor no Exterior: Jan Baumbach
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Southern Denmark (SDU), Dinamarca  
Vinculado à bolsa:13/03667-6 - Estudo funcional em carcinomas de pênis para validação de marcadores moleculares candidatos obtidos de análises globais integradas (genômica, transcriptômica e Metilação do DNA), BP.PD
Assunto(s):Interactoma   Cultura de células   Biologia molecular   Marcador molecular   Neoplasias penianas

Resumo

O câncer de pênis (CaPe) é uma doença frequente em países pobres e em desenvolvimento que apresenta alta morbidade. Apesar dos avanços na pesquisa molecular de CaPe, incluindo estudos recentes publicados pelo nosso grupo, a falta de modelos in vitro bem caracterizados de CaPe dificulta novos avanços no conhecimento dos processos celulares envolvidos nessa doença, bem como no desenvolvimento de testes pré-clínicos para testar a eficácia de novas drogas antitumorais. Durante o período de pós-doutorado, nós estabelecemos e caracterizamos seis culturas de células derivadas de carcinomas de pênis com o objetivo de fornecer modelos in vitro confiáveis para estudos funcionais e pré-clínicos em CaPe. O objetivo deste estágio BEPE é realizar metodologias em larga escala para caracterizar molecularmente estas culturas de células. Uma vez que múltiplos mecanismos podem modificar a expressão de genes e promover a carcinogenese, uma análise integrada multidimensional será executada para uma maior compreensão das vias de sinalização que contribuem para a tumorigenese do CaPe. Análises transcriptômicas e translatômicas (HTA 2.0, Affymetrix), genômicas (Cytoscan, Affymetrix), epigenômicas (Infinium® Methylation450 Human BeadChip) e proteômicas (Reverse Phase Protein Array - RPPA) serão realizadas nas seis culturas de CaPe e em duas linhagens de células do prepúcio). A integração de todos os perfis ômicos e uma análise de interactoma serão realizadas em colaboração com o Dr. Jan Baumbach, da University of Southern Denmark, DK. Além disso, os dados obtidos serão comparados com resultados prévios do nosso grupo em tecido à fresco de CaPe. A partir destas análises, nós pretendemos identificar vias alteradas em CaPe que poderiam ser alvos de tratamento. Além disso, nós também pretendemos investigar o potencial desses modelos celulares para serem utilizados em ensaios pré-clínicos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.