Busca avançada
Ano de início
Entree

Ecologia trófica de roedores em ambientes antrópicos por meio da metodologia de isótopos estáveis

Processo: 15/25502-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 16 de março de 2016
Vigência (Término): 19 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luciano Martins Verdade
Beneficiário:Thiago Simon Marques
Supervisor no Exterior: Stuart Bearhop
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Exeter, Penryn, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:13/11032-0 - Ecologia trófica de mamíferos em ambientes antrópicos por meio da metodologia de isótopos estáveis, BP.PD
Assunto(s):Dieta   Recursos alimentares   Carbono   Nitrogênio

Resumo

A alteração dos habitats naturais é um processo que vem ocorrendo principalmente devido a expansão das atividades antrópicas. Este processo proporcionou a conversão de vegetação nativa em agroecossistemas. A área cultivada de silvicultura tem expandido nas últimas décadas por razões econômicas trazendo novos elementos na composição da paisagem que podem influenciar na dinâmica das populações de animais selvagens. Neste contexto, roedores são modelos adequados para o estudo das influências antrópicas nas populações de animais e os mecanismos que permitem a sua sobrevivência em paisagens silviculturais. Estes mamíferos são capazes de responder rapidamente a mudanças ambientais, em função de sua alta capacidade reprodutiva e ciclo de vida curto. No entanto, informações a respeito da dieta de roedores são escassos devido ao seu eficiente sistema de mastigação que fragmenta os itens alimentares e tornam difícil a identificação. A aplicação de isótopos estáveis pode ser uma ótima alternativa em estudos de reconstrução da dieta de roedores. Nesse sentido, este projeto tem como objetivo a realização de um estágio de pesquisa no Centro de Ecologia e Conservação da Universidade de Exeter (Inglaterra) com o professor Stuart Bearhop e seu grupo de pesquisa para aplicar novos modelos de mistura isotópicos (MIXSIAR) nos dados dos roedores. Modelos de mistura isotópicos serão utilizados para elucidar a dieta de espécies de roedores em paisagem silvicultural. Os dados serão comparados entre as espécies, sexo e ambientes ocupados.