Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da IL-1alfa no fígado na proteção contra a superinfecção na malária experimental

Processo: 15/25874-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Maria Regina D'Império Lima
Beneficiário:Maria Nogueira de Menezes
Supervisor no Exterior: Maria Manuel Dias da Mota
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade de Lisboa, Portugal  
Vinculado à bolsa:13/09176-4 - Papel das moléculas que sinalizam o dano celular na malária experimental, BP.DR
Assunto(s):Fígado   Plasmodium   Malária   Superinfecção

Resumo

A compreensão dos mecanismos imunes do hospedeiro durante a infecção pelo Plasmodium é essencial para melhorar a prevenção da malária. Em regiões endêmicas, uma mesma pessoa pode ser infectada simultaneamente por diferentes espécies ou cepas de uma mesma espécie de Plasmodium, um fenômeno chamado superinfecção. Crianças mais novas semi-imunes podem se proteger contra a superinfecção. Foi descrito na malária experimental murina que a presença de parasitos na fase sanguínea do ciclo pode inibir o desenvolvimento de uma infecção secundária da fase hepática. Essa proteção é dependente da parasitemia e do hormônio regulador do ferro, a hepcidina. Os níveis de hepcidina aumentam no fígado durante a fase sanguínea da malária causada por Plasmodium chabaudi ou Plasmodium berghei. Esse aumento leva a uma diminuição da disponibilidade de ferro nos hepaócitos, inibindo o desenvolvimento das formas hepáticas do P. berghei. Além disso, a infecção da fase sanguínea causa intensa inflamação e necrose no fígado, o que pode proteger contra uma infecção subsequente de esporozoítos. Nós mostramos recentemente que a IL-1alfa é produzida em altos níveis no fígado durante a infecção sanguínea do P.chabaudi e que essa citocina é essencial para o recrutamento inflamatório de células, produção de citocinas pró-inflamatórias e desenvolvimento de necrose hepática. O objetivo do presente projeto é avaliar a influência que a IL-1 alfa produzida no fígado durante a infecção da fase sanguínea do Plasmodium pode ter em uma infecção secundária da fase hepática e o seu papel na proteção contra a superinfecção.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE MENEZES, MARIA NOGUEIRA; SALLES, ERIKA MACHADO; VIEIRA, FLAVIA; AMARAL, EDUARDO PINHEIRO; ZUZARTE-LUIS, VANESSA; CASSADO, ALEXANDRA; EPIPHANIO, SABRINA; ALVAREZ, JOSE MARIA; ALVES-FILHO, JOSE CARLOS; MOTA, MARIA MANUEL; D'IMPERIO-LIMA, MARIA REGINA. IL-1 alpha, promotes liver inflammation and necrosis during blood-stage Plasmodium chabaudi malaria. SCIENTIFIC REPORTS, v. 9, MAY 20 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.