Busca avançada
Ano de início
Entree

Prevalência do uso de cocaína entre vítimas fatais por causas externas no município de São Paulo

Processo: 15/15144-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Gabriel Andreuccetti
Beneficiário:Ivan Batista Borges
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Toxicologia forense   Violência   Homicídio   Suicídio   Prevalência   Cocaína

Resumo

A cocaína é uma droga ilícita com efeito estimulante, e tem um vasto mercado na região das Américas, incluindo o Brasil. Estudos anteriores já demonstraram uma associação entre o uso de substâncias psicoativas, que é o caso da cocaína, e mortes decorrentes de homicídios e suicídios. No entanto, dados epidemiológicos sobre essa associação são escassos no Brasil. O presente projeto de pesquisa tem como objetivo principal verificar a prevalência do uso de cocaína nas mortes por homicídio e suicídio no município de São Paulo. Além disso, pretendemos investigar mais a fundo essa associação por meio do estudo dos fatores contextuais relacionados ao evento que causou a morte. Esse projeto consistirá na coleta de amostras de sangue oriundas de vítimas fatais necropsiadas no Instituto Médico Legal do município de São Paulo entre 2014-2015. Essas amostras serão submetidas para análise toxicológica para uma variedade de drogas, incluindo a cocaína e o álcool. Além disso, dados toxicológicos serão analisados em conjunto com variáveis contextuais (tal como lugar da morte e o método da lesão provocada) a fim de entender melhor a associação entre o uso de cocaína e as mortes violentas estudadas. Como resultado, espera-se gerar uma estimativa do uso de cocaína entre vítimas de homicídio e suicídio necropsiadas no município de São Paulo, bem como um maior entendimento sobre os principais fatores relacionados ao uso de cocaína entre as vítimas estudadas.