Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelo matemático para avaliar o impacto do tratamento e dos fatores demográficos na transmissão vertical do HIV

Processo: 15/24641-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Matemática - Matemática Aplicada
Pesquisador responsável:Silvia Martorano Raimundo
Beneficiário:Silvia Martorano Raimundo
Anfitrião: Ezio Venturino
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università degli Studi di Torino (UNITO), Itália  
Assunto(s):Sobrevida   Terapia antirretroviral de alta atividade   HIV   Biomatemática

Resumo

Neste projeto, propõe-se um modelo matemático para analisar a dinâmica da transmissão vertical do Vírus da Imunodeficiência Humana (TV-HIV). O modelo TV-HIV incorpora a terapia antirretroviral para as gestantes soropositivas, e também para as nascidas vivos de gestantes soropositivas (*core-groups*), com o objetivo de reduzir a transmissão vertical e aumentar a sobrevida dos pacientes que vivem com HIV. As atividades de pesquisa relacionada com a epidemiologia das doenças infecciosas, e representada pela pesquisadora da FMUSP, alia-se as teorias matemática e numérica do professor da Università degli Studi di Torino, Dipartamento di Matematica, Torino, Itália. Apesar do formalismo matemático, esse projeto tem um importante enfoque epidemiológico pois através de um modelo matemático, propõe-se avaliar o impacto do tratamento e das ações planejadas na epidemia do HIV/AIDS. Como a infecção pelo HIV mantém-se como um importante problema de saúde pública mundial - devido ao impacto no paciente em relação aos anos de vida perdidos, ao sofrimento causado pela doença, o custo do tratamento, a carga de mortalidade e morbidade - o modelo proposto pode ser uma ferramenta importante para se reduzir o risco da transmissão vertical do HIV, compreender os programas de saúde pública e os fatores demográficos envolvidos no controle da epidemia HIV/AIDS na população.