Busca avançada
Ano de início
Entree

Existe atividade transcricional durante o fenômeno de persistência nucleolar na meiose dos triatomíneos?

Processo: 15/14762-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Maria Tercília Vilela de Azeredo Oliveira
Beneficiário:Fernanda Fernandez Madeira
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Imuno-histoquímica   Citoquímica   Nucléolo

Resumo

Os triatomíneos são insetos hematófagos de grande importância para a saúde pública, uma vez que são considerados como a principal forma de transmissão do protozoário Trypanosoma cruzi, agente etiológico da doença de Chagas. Além da importância epidemiológica, esses insetos se destacam em estudos celulares, pois apresentam algumas peculiaridades, como cromossomos holocêntricos, meiose invertida para os cromossomos sexuais e persistência nucleolar durante a meiose. O fenômeno de persistência nucleolar é definido pela presença do nucléolo ou corpúsculos nucleolares durante todas as fases da meiose. Esse fenômeno foi descrito para 21 espécies de triatomíneos dos gêneros Triatoma, Rhodnius e Panstrongylus. No entanto, a presença dessa estrutura nuclear durante todas as fases da meiose não garante que o nucléolo esteja ativo, pois muito embora o nucléolo esteja presente durante todas as fases da espermiogênese, foi observado que ele não apresenta atividade transcricional e está inativado por fatores epigenéticos. Diante disso, o presente projeto tem objetivos descrever a nucleologênese em novas espécies de, pelo menos, sete novos gêneros (Cavernicola, Psammolestes, Dipetalogaster, Eratyrus, Meccus, Mepraia, Nesotriatoma), com o intuito de analisar se a persistência nucleolar é uma sinapomorfia da subfamília Triatominae, assim como analisar a atividade nucleolar durante a meiose das espécies Triatoma infestans e Rhodnius montenegrensis, com diferentes técnicas citoquímicas, com análise em microscopia de luz e de fluorescência e, por meio de análise de imunocitoquímica, com análise em microscopia confocal, com intuito de caracterizar, por meio da presença de RNA e da proteína nucleolar fibrilarina, se existe atividade transcricional durante o fenômeno de persistência nucleolar.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MADEIRA, FERNANDA FERNANDEZ; CHABOLI ALEVI, KAIO CESAR; DA COSTA CASTRO, NAYARA FERNANDA; LEITE VILAMAIOR, PATRICIA SIMONE; DA ROSA, JOAO ARISTEU; VILELA DE AZEREDO-OLIVEIRA, MARIA TERCILIA. Reproductive Aspects of Chagas Disease Vectors: Evidence of Transcriptional Activity during the Nucleolar Persistence Phenomenon in the Spermatogenesis of Triatomines. American Journal of Tropical Medicine and Hygiene, v. 101, n. 3, p. 602-604, 2019. Citações Web of Science: 0.
MADEIRA, FERNANDA FERNANDEZ; BORSATTO, KELLY CRISTINE; CAMPANER LIMA, ANNA CLAUDIA; RAVAZI, AMANDA; DE OLIVEIRA, JADER; DA ROSA, JOAO ARISTEU; VILELA DE AZEREDO-OLIVEIRA, MARIA TERCILIA; CHABOLI ALEVI, KAIO CESAR. Nucleolar Persistence: Peculiar Characteristic of Spermatogenesis of the Vectors of Chagas Disease (Hemiptera, Triatominae). American Journal of Tropical Medicine and Hygiene, v. 95, n. 5, p. 1118-1120, NOV 2016. Citações Web of Science: 1.
MADEIRA, F. F.; LIMA, A. A. C.; ROSA, J. A.; AZEREDO-OLIVEIRA, M. T. V.; ALEVI, K. C. C. Nucleolar-persistence phenomenon during spermatogenesis in genus Meccus (Hemiptera, Triatominae). Genetics and Molecular Research, v. 15, n. 1 2016. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.