Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel das plantas em infraestrutura verde de manejo in situ das águas urbanas e a experiência da cidade de Berlim, Alemanha

Processo: 16/01431-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 24 de março de 2016
Vigência (Término): 30 de julho de 2016
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Paulo Renato Mesquita Pellegrino
Beneficiário:Maitê Bueno Pinheiro
Supervisor no Exterior: Cornelia Oschmann
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Humboldt University, Alemanha  
Vinculado à bolsa:14/14998-6 - Infraestrutura verde de manejo in situ das águas urbanas: fitorremediação como mecanismo de seleção das espécies vegetais, BP.MS
Assunto(s):Botânica   Berlim   Infraestrutura verde

Resumo

O futuro das cidades em todo o mundo depende do manejo das mudanças climáticas e de seus efeitos sobre o meio ambiente a partir de uma nova concepção de infraestrutura, que abrange desde a escala municipal à nacional, onde o manejo das águas (de esgoto e pluvais) estão integrados à outras infraestruturas urbanas. Na Alemanha a partir da década de 1970 o manejo das águas das chuvas passou a considerar os efeitos do ciclo hidrológico nas cidades, as práticas ecológicas e as tecnologias verdes. O uso de plantas, como uma alternativa tecnológica para o tratamento das águas pluvias e cinzas, vêm sendo empregado no país desde a década de 1990. Sendo observados os efeitos do sistema combinado de esgoto e drenagem sobre a qualidade das águas e do microclima urbano, a partir dos anos 2000 as pesquisas e os eforços se voltaram para uma mudança de paradigma no desenvolvimento urbano, considerando a precipitação, infiltração e evaporação in situ das águas pluviais. Na cidade de Berlim podem ser observadas diferentes ações voltadas ao manejo in situ das águas. O Departamento do Senado de Berlim para o Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente oferece hoje uma plataforma digital com informações técnicas e ferramentas para ajudar o planejamento e construção de infraestrutura verde. Além disso, novas edificações com tecnologias verdes estão sendo implantadas em toda cidade como parte do programa Urban Ecology Model Projects. O presente projeto de tem por objetivo o aprimoramento dos resultados da atual pesquisa de mestrado e a incluão de dados relevantes para o uso de plantas no tratamento da poluição das águas em projetos de infraestrutura verde de manejo in situ das águas da cidade de São Paulo, a partir de um estágio de pesquisa na Universidade de Humboldt em Berlim, com supervisão da Profa. Dra. Cornelia Oschmman. A Humboldt desempenha um papel importante no desenvolvimento e implementação de tecnologias verdes e atua na propagação deste conhecimento na comunidade científica internacional. As atividades propostas para o estágio de pesquisa visam aprofundar os resultados já obtidos, realizar um estudo de caso, incluindo visitas de campo, a fim de recolher dados sobre a experiência de Berlim em projetos de infraestrutura verde de manejo das águas e de contribuir para o avanço da discussão na região de interesse da pesquisa de mestrado. São também objetivos deste projeto a publicação de um artigo e a participação em palestras e eventos científicos.