Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de borda sobre a regeneração natural em um plantio de restauração com espécies nativas, na região do Pontal do Paranapanema - SP

Processo: 15/21599-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Pedro Henrique Santin Brancalion
Beneficiário:Alexandre Gibau de Lima
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Ecologia vegetal   Botânica (classificação)   Restauração ecológica   Fragmentos florestais   Processos ecológicos e ambientais   Plantio   Plantas nativas   Mata Atlântica   Pontal do Paranapanema (SP)

Resumo

Devido às exigências legais, maior pressão por parte de instituições nacionais e internacionais quanto à proteção ambiental, projetos de restauração ecológica estão sendo aderidos apresentando, portanto, um papel fundamental para a recuperação de ecossistemas degradados. É de grande importância, não só a execução de tais projetos, mas também, a realização de estudos para avaliar se os ecossistemas restaurados conseguirão se sustentar. Em vista disso, o presente projeto propõe avaliar se a regeneração de um fragmento restaurado de Floresta Estacional Semidecidual do bioma Mata Atlântica está ocorrendo, de modo que as espécies regenerantes sejam identificadas e possíveis relações entre as condições climáticas e a composição das espécies possam ser encontradas, para que então, a avaliação do efeito de borda sobre a área de restauração possa ser feita. O estudo será desenvolvido em uma área restaurada no município de Rosana-SP (região do Pontal do Paranapanema). O clima regional é do tipo Cwa segundo a classificação de Köppen. O plantio foi realizado há aproximadamente 25 anos. As espécies vegetais relacionadas com o tema do projeto (árvores, arbustos, ervas, lianas e epífitas) serão devidamente coletadas em sua fase vegetativa ou reprodutiva. Para avaliação do efeito de borda sobre a regeneração, essas parcelas serão alocadas a diferentes distâncias da borda, sendo que, serão tomados dados de luminosidade, temperatura e umidade. A consideração quanto à importância do uso de alta diversidade de espécies e genética, permite que a floresta restaurada recomponha importantes processos ecológicos presentes nas florestas naturais.