Busca avançada
Ano de início
Entree

Filogeografia comparada, filogenia, modelagem paleoclimática e taxonomia de répteis e anfíbios neotropicais

Processo: 15/26746-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Miguel Trefaut Urbano Rodrigues
Beneficiário:Maíra Concistré
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50146-6 - Filogeografia comparada, filogenia, modelagem paleoclimática e taxonomia de répteis e anfíbios neotropicais, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Répteis   Anfíbios   Filogeografia   Filogenia

Resumo

Este projeto visa dar continuidade e ampliar os horizontes da linha interdisciplinar de pesquisa do laboratório de Herpetologia voltada para o estudo da sistemática e da evolução da herpetofauna neotropical e da biogeografia histórica de répteis, anfíbios e pequenos mamíferos neotropicais. De modo a agilizarmos a coleta de dados moleculares do projeto é indispensável contarmos com um bolsista de apoio técnico com nível superior para nos auxiliar com os procedimentos de extração, amplificação e sequenciamento de DNA. De acordo com os objetivos do programa de Capacitação Técnica e do Projeto Temático, faz-se necessário um profissional com conhecimentos teóricos de Genética, Evolução e Biologia Molecular. A extração de DNA a partir de amostras de fígado e músculo, congeladas ou preservadas em etanol, será realizada através do protocolo de extração salina. A amplificação dos fragmentos gênicos do DNA mitocondrial e nuclear pela técnica de PCR (Polymerase Chain Reaction) seguirá as condições previamente padronizadas pelos pesquisadores. Os produtos da amplificação serão caracterizados em gel de agarose 2% e os produtos individuais de PCR serão purificados com Shrimp Alkaline Phosphatase (SAP, 1u/ml) e Exonuclease I (10 u/ml) e a reação de seqüenciamento será feita com o kit BigDye Mix Terminator (Perkin Elmer). Os fragmentos de fita dupla serão seqüenciados utilizando-se o sistema "Perkin Elmer ABI PRISM Dye Terminator Cycle Sequencing Ready Reaction" (PE Applied Biosystems). Os procedimentos básicos a serem desenvolvidos estão apresentados na parte metodológica do projeto. Os registros de todo o material coletado durante o projeto será inserido no programa SINBIOTA. Além disso, serão inseridos os dados obtidos durante 12 campanhas de amostragem realizadas sob minha coordenação em projeto patrocinado por FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS. Estas correspondem a excelentes coleções de répteis, anfíbios, aves e mamíferos obtidas em 8 localidades (quatro delas foram amostradas no período úmido e seco) ao longo de um transecto latitudinal da Mata Atlântica dos Estados de São Paulo e Paraná. Os dados serão extraídos de nossos relatórios e conferidos com a numeração correspondente do Museu de Zoologia da USP. (AU)