Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo in vitro de inibidores da via de sinalização do Sonic Hedgehog em leiomioma e leiomiossarcoma uterinos

Processo: 15/23482-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Kátia Cândido Carvalho
Beneficiário:Natália Garcia
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/24448-1 - Avaliação in vitro e in vivo dos efeitos dos inibidores SHH no leiomioma e Leiomiossarcoma uterino, BE.EP.DR
Assunto(s):Leiomioma   Inibidores   Leiomiossarcoma

Resumo

O leiomioma e o leiomiossarcoma são tumores de origem mesenquimal que se desenvolvem no útero. Essas neoplasias apresentam comportamento clínico variável, comprometendo a fertilidade e podendo até levar a morte. O leiomioma é um tumor benigno comumente encontrado nas mulheres em idade reprodutiva. Já o leiomiossarcoma representa cerca de 40% dos sarcomas do útero. Tanto o leiomiossarcoma quanto o leiomioma são neoplasias miometriais que apresentam o mesmo padrão de diferenciação celular, porém com progressão clínica completamente diferente. Diversos estudos têm demonstrado que a ativação aberrante da via de sinalização do Sonic Hedgehog (SHH) está relacionada ao desenvolvimento de vários tipos de câncer, uma vez que desempenha papel importante na proliferação e diferenciação celular. Em trabalho anterior, nosso grupo avaliou o perfil de expressão de moléculas envolvidas na via do SHH nos tumores mesenquimais do útero. As proteínas SMO, GLI1 e SHH mostraram-se hiperexpressas nos leiomiossarcomas, seguidos pelos leiomiomas e ausentes no miométrio normal adjacente. Esses resultados despertaram nosso interesse em avaliar o potencial terapêutico de inibidores da via nesses tumores, pois algumas dessas proteínas já foram inibidas em outras neoplasias com resultados muito promissores. Desse modo, o presente projeto objetiva avaliar, in vitro a ação de inibidores da via de sinalização do Sonic Hedgehog em leiomiomas e leiomiossarcomas. Para isso, inicialmente, serão utilizadas linhagens celulares que serão submetidas à inativação de genes específicos da via do SHH por RNAi ou por tratamento com inibidores específicos de SMO (GDC 0449, LDE 225 e ciclopamina); GLI 1 (GANT 56, GANT 61, IPH 1 e IPH 6) e SHH (Robotinikinin). As células serão, após confirmação da inibição dos alvos, avaliadas quanto à capacidade migração e invasão. Em paralelo, a partir dos dados gerados na etapa anterior de inibição por fármacos específicos, os inibidores mais eficazes serão testados em cultura primária de células obtidas de até 10 pacientes com leiomioma e leiomiossarcoma, submetidas à cirurgia no ambulatório de miomas da Disciplina de Ginecologia da Faculdade de Medina da USP. A eficiência dos inibidores nas células será avaliada por Western Blott e PCR em tempo real tanto para moléculas da via (SHH, PTCH1, SMO, GLI 1-3 e SUFU) quanto para seus alvos (BMP4, BCL-2 e CCND1). Todos os resultados serão submetidos à análise estatística.