Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação de novos mecanismos fisiopatológicos de hipercoagulabilidade na doença falciforme

Processo: 15/24666-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Erich Vinicius de Paula
Beneficiário:Bidossessi Wilfried Hounkpe
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/00984-3 - Doenças dos glóbulos vermelhos: fisiopatologia e novas abordagens terapêuticas, AP.TEM
Assunto(s):Endotélio   Hematologia   Heme

Resumo

A doença falciforme (DF) é uma condição caracterizada por inflamação crônica e aumento importante do risco trombótico. Apesar de avanços na caracterização da hipercoagulabilidade nestes pacientes (consequências), pouco se avançou na identificação dos mediadores críticos para ativação e perpetuação da hipercoagulabilidade nestes pacientes (causas). No entanto, dois novos mediadores recentemente associados a complicações da DF, emergiram nos últimos anos como candidatos a elementos centrais da fisiopatologia das tromboses na DF. São eles: o heme livre, por seu papel como ativador da resposta imune inata via TLR4; e a geração de redes extracelulares de neutrófilos (NETs). Neste projeto, pretendemos utilizar modelos in vivo (pacientes) e in vitro para explorar o papel destes elementos na fisiopatologia da DF. O papel do heme livre será explorado em modelo em que sangue total de voluntários sadios é estimulado com heme, ou diferentes controles (inibidores e estimuladores relevantes), e a ativação da coagulação é medida por testes globais da hemostasia e pela expressão de fator tissular. A participação de NETs será avaliada em in vivo (pacientes) por FACS e Elisa, e in vitro, em um modelo induzido por heme. Um mediador crítico para a formação de NETs (PAD4), para o qual inibidores específicos foram disponibilizados, será avaliado ao nível de expressão gênica e proteica nos dois modelos. Por fim, a expressão de dois genes potencialmente relacionados ao heme e à inflamação na DF, identificados por nosso grupo, serão avaliados em uma coorte de pacientes com DF. O projeto faz parte de um esforço mais amplo, iniciado há alguns anos no Hemocentro da Unicamp, para avaliação dos mecanismos protrombóticos dependentes do heme na DF.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUZA, GLEICE REGINA; HOUNKPE, BIDOSSESSI WILFRIED; LUZ FIUSA, MAIARA MARX; COLELLA, MARINA PEREIRA; ANNICHINO-BIZZACCHI, JOYCE M.; TRAINA, FABIOLA; COSTA, FERNANDO FERREIRA; DE PAULA, ERICH VINICIUS. Tissue factor-dependent coagulation activation by heme: A thromboelastometry study. PLoS One, v. 12, n. 4 APR 24 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.