Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de micro-organismos e de seus fatores de virulência na saliva, câmara pulpar e canal radicular de dentes associados ao insucesso endodôntico

Processo: 15/19215-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Brenda Paula Figueiredo de Almeida Gomes
Beneficiário:Priscila Amanda Francisco
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/19743-1 - Análise metaproteômica do conteúdo do canal radicular de dentes com insucesso do tratamento endodôntico, BE.EP.MS
Assunto(s):Ácido lipoteicoico   Endotoxinas

Resumo

Na microbiota de infecções secundárias/ persistentes predominam micro-organismos resistentes aos procedimentos endodônticos, capazes de sobreviver em um ambiente restrito em espaço e nutrientes, destacando-se entre eles Enterococcus faecalis. A microinfiltração coronária é um agente etiológico do insucesso do tratamento endodôntico, promovendo uma fonte constante de contaminação da saliva para os canais radiculares. Os objetivos do presente estudo, serão: a) estudar a composição da microbiota da saliva, câmara pulpar e canais radiculares de dentes com insucesso endodôntico, por meio da técnica de checkerboard, de maneira a verificar investigar a similaridade entre os microbiomas presentes nestes 3 sítios; b) quantificar a carga bacteriana total, de Streptococcus spp e de Enterococcus faecalis na saliva, câmara pulpar e canais radiculares, por meio de Real Time - PCR; c) quantificar os níveis de lipopolissacarídeos (LPS) e ácido lipoteicóico (LTA) presentes nos canais radiculares investigados; além de correlacioná-los com os aspectos clínicos e radiográficos dos pacientes. Serão selecionados 20 pacientes com presença de lesão periapical e necessidade de retratamento endodôntico. Amostras do conteúdo endotóxico serão coletadas da saliva, câmara pulpar e canal radicular. O DNA extraído será submetido à polymerase chain reaction (PCR) em tempo real para quantificação da carga bacteriana total, dos níveis de estreptococos e de Enterococcus faecalis. As espécies envolvidas serão também identificadas pelo método do checkerboard usando sondas para 40 diferentes patógenos endodônticos selecionados. As amostras de LPS e LTA serão quantificadas pelos métodos de Limulus Amoebocyte Lysate (LAL) e Enzyme-Linked Immunosorbent Assay (ELISA), respectivamente. Os dados obtidos serão tabulados e estatisticamente analisados pelo SPSS para Windows.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRANCISCO, P. A.; DELBONI, M. G.; LIMA, A. R.; XIAO, Y.; SIQUEIRA, W. L.; GOMES, B. P. F. A. Proteomic profile of root canal contents in teeth with post-treatment endodontic disease. International Endodontic Journal, v. 52, n. 4, p. 451-460, APR 2019. Citações Web of Science: 0.
DELBONI, MARAISA G.; GOMES, BRENDA P. F. A.; FRANCISCO, PRISCILA A.; TEIXEIRA, FABRICIO B.; DRAKE, DAVID. Diversity of Enterococcus faecalis Genotypes from Multiple Oral Sites Associated with Endodontic Failure Using Repetitive Sequence-based Polymerase Chain Reaction and Arbitrarily Primed Polymerase Chain Reactionc. JOURNAL OF ENDODONTICS, v. 43, n. 3, p. 377-382, MAR 2017. Citações Web of Science: 7.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.