Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de padrões de floração em séries temporais derivadas de registros em herbários: relações com o clima e detecção de mudanças no tempo

Processo: 15/14292-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Leonor Patricia Cerdeira Morellato
Beneficiário:Gustavo Henrique de Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil
Assunto(s):Clima   Ecologia de comunidades   Mudança climática

Resumo

Apesar da floração ser um importante indicador da resposta dos organismos às mudanças climáticas, ainda precisamos caracterizar os ciclos fenológicos de um número maior de espécies e determinar à quais fatores ambientais elas respondem para entendermos as consequências das mudanças climáticas. Entretanto, para que possamos usar, por exemplo, as épocas de floração como indicadores das respostas ao clima, precisamos antes construir bases de dados que contenham informações para a floração das espécies por um longo período. Como tais dados são difíceis de serem compilados para um grande número de espécies, pesquisadores tem usado registros em coleções biológicas para construir as séries temporais. Neste projeto, construiremos séries temporais da floração de um grande número de espécies de plantas utilizando registros de herbário. Compilaremos o banco de dados utilizando ferramentas disponibilizadas na rede pelos próprios herbários e por sistemas agregadores. A busca dos dados envolverá determinação da fenofase com construção de algoritmos para processamento léxico das informações nas etiquetas e análise das imagens dos registros, quando possível. Faremos isso para aquelas espécies que tenham flores marcantes, facilmente distinguíveis dos frutos. Com isso, pretendemos determinar os períodos de floração de um grande número de espécies. Depois, determinaremos à quais variáveis climáticas a floração responde. Por fim, procuraremos por evidências de mudanças nos períodos de floração das espécies ao longo dos anos. Caso encontremos mudanças, procuraremos relacioná-las com mudanças no clima e determinaremos quais são os grupos mais sensíveis à elas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.