Busca avançada
Ano de início
Entree

Serviço de diagnóstico capilar personalizado para a consumidora final

Processo: 15/25265-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Valéria Moraes Longo
Beneficiário:Valéria Moraes Longo
Empresa:Kairos Lab Ltda. - ME
Vinculado ao auxílio:14/21574-8 - Serviço de diagnóstico capilar personalizado para a consumidora final, AP.PIPE
Assunto(s):Cosmetologia   Cabelo   Produtos químicos   Microscopia eletrônica de varredura

Resumo

O século XXI observa uma pesquisa e demanda crescente pela beleza e por produtos cosméticos de transformação. Hoje o Brasil se coloca como o terceiro mercado consumidor mundial desse tipo de produtos e o segundo mercado em produtos para cabelos. Particularmente, produtos de transformação química e física dos cabelos, como de alisamento, coloração e descoloração são amplamente utilizados e muitas vezes de forma concomitante e frequente. Nesse contexto, os processos físico-químicos utilizados nas últimas décadas e seus efeitos na fibra capilar em nível molecular/nanométrico são pouco conhecidos e o seu impacto a longo prazo se fazem sentir numa crescente procura por produtos de reparação capilar. Esse conhecimento a nível molecular atômico, hoje, pode ser investigado por meio de diversas técnicas de caracterização. No entanto, a diversidade de etnia dos brasileiros, idade e histórico de tratamentos de transformação é enorme entre as brasileiras e o que se tem de fato são inúmeros produtos que não tratam de fato (ou tratam parcialmente) os danos apresentados por uma consumidora específica. Por outro lado, o cabeleireiro muitas vezes sente-se inseguro em realizar tratamentos mais invasivos de transformação capilar, pois não sabe a que tratamentos aquele cabelo já passou. Assim, pretende-se nesse projeto disponibilizar um teste que avalie a superfície e o córtex da fibra capilar da cliente final, por meio das técnicas de microscopia eletrônica de varredura e resistência mecânica, e, assim, indicar um tratamento capilar customizado para o tipo de cabelo analisado. Nessa primeira etapa do projeto será validada uma escala de integridade capilar interna e externa vinculada ao laudo expedido. Vale ressaltar que o teste em questão será o primeiro do mercado nacional e do internacional. Espera-se que com a disponibilização desse teste a cliente possa ser orientada a tratar de seus cabelos de forma mais adequada e saudável. A princípio esse teste estará restrito a alguns salões do mercado. Depois pretende-se estender o teste a um custo menor para todo mercado brasileiro, criando-se uma franquia do mesmo. (AU)