Busca avançada
Ano de início
Entree

Danos por oxidação e alquilação em DNA em modelos celulares de Esclerose Lateral Amiotrófica e Xeroderma pigmentosu

Processo: 15/25898-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Marisa Helena Gennari de Medeiros
Beneficiário:Letícia Lopes Lourenço
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07937-8 - Redoxoma, AP.CEPID
Assunto(s):Radicais livres

Resumo

O nosso grupo desenvolveu nos últimos anos tecnologia ultra-sensível baseada em HPLC/micro HPLC/espectrometria de massas para quantificar oxidações em DNA assim como modificações induzidas por aldeídos reativos. O projeto principal do grupo é investigar a utilização dessas modificações como biomarcadores de estresse redox. O presente projeto visa comparar modificações em DNA (8-oxo-7,8-dihidro-2´-desoxiguanosina (8-oxodGuo), 1,N2-eteno-2'-desoxiguanosina (1,N2-µdGuo) e 1,N2-propano-2'-deoxyguanosina em dois modelos celulares, células modelo para esclerose lateral amiotrófica (ALS) e Xeroderma pigmentosum (XP), onde estresse redox está envolvido. Também será comparado o nível de aldeídos na célula controle e exposta a estresse. O possível efeito de moléculas que participam da detoxificação de aldeídos (glutationa e carnosina) também será investigado. O trabalho com as células modelo para Xeroderma pigmentosum será realizado em colaboração com a Profa. Nadja Cristhina de Souza Pinto do nosso Departamento.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.