Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da incorporação de vanadato de prata nanoestruturado decorado com nanopartículas de prata na radiopacidade, atividade antimicrobiana, capacidade de fluxo e nível de manchamento da estrutura dental de cimentos endodônticos

Processo: 15/16435-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Andréa Cândido dos Reis
Beneficiário:Carla Larissa Vidal
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Propriedades físicas   Cimentos endodônticos   Propriedades mecânicas

Resumo

A atividade antimicrobiana, radiopacidade, propriedades mecânicas e físicas dos materiais dentários pode ser aprimorada através da adição de alguns agentes, como os compostos a base de íons de prata associados a nanofios de vanadato para sua estabilização. Este estudo tem como objetivo avaliar in vitro as atividades antimicrobianas, o desempenho mecânico através dos testes de capacidade de fluxo e o desempenho físico através da radiopacidade e teste de manchamento da estrutura dental de cimentos incorporados com vanadato de prata nanoestruturado (VPn). Serão utilizados quatro cimentos endodônticos: Endofil, Sealer 26, AH Plus e Sealapex, e produzidos 108 corpos de prova, nas dimensões de 4x3mm, aos quais será incorporado o vanadato de prata em três concentrações (n=27): controle (sem agente antimicrobiano, 0%), 5% e 10%. Será verificada a concentração inibitória mínima (CIM) do vanadato de prata frente às espécies: Enterococcus faecalis, Pseudomonas aeruginosa, Escherichia coli. Será utilizado o método de inibição do halo em triplicata para determinar o efeito inibidor dos cimentos endodônticos em três tempos: 2 dias, 7 dias e 21 dias após a incubação. O método de difusão em ágar será utilizado para a determinação do efeito inibidor das espécies: Enterococcus faecalis, Pseudomonas aeruginosa, Escherichia coli. Para o teste de capacidade de fluxo, a amostra será colocada entre duas placas de vidro com peso de 20g cada; e será colocado sobre a parte superior da placa um peso de 560g durante 1 minuto. Será aferido três vezes o diâmetro dos discos formados pelo cimento e determinada a média para avaliar a vazão dos cimentos e se o vanadato de prata interfere no escoamento. Para a avaliação da radiopacidade, os corpos de prova de cada concentração serão posicionados em um filme oclusal e expostos com uma escala de alumínio com espessura variável de 5mm. As radiografias serão digitalizadas utilizando um scanner, a fim de se analisar sua densidade. As imagens radiográficas serão obtidas utilizando um aparelho de raios X digital modelo Image, com sensor digital VistaScan composto por placa de fósforo e sistema 16-bit. Serão feitas cinco medições de cada amostra e calculada a média. Para o teste da manchamento da estrutura dental, serão selecionados, através de um banco de dentes, 36 incisivos superiores e inferiores hígidos, divididos em 12 grupos (n=3), livres de cáries, restaurações, lesões cervicais e descoloração coronal. Os dentes serão limpos e seccionados no plano coronal no terço médio da raiz (em corte transversal), e os seguimentos apicais serão removidos. As polpas serão extirpadas e as câmaras pulpares instrumentadas. Posteriormente, os canais serão irrigados com água destilada e secos com cones de papel. Em seguida, as cavidades serão preenchidas pelos quatro cimentos endodônticos em três concentrações do material nanoestruturado: Controle (0% de vanadato de prata), 5% de vanadato de prata e 10% de vanadato de prata. Todos os dentes serão selados com resina composta. e armazenados em um recipiente devidamente identificado, contendo água destilada, a 37ºC. A mensuração da coloração dental será feita antes de inserir os cimentos endodônticos nos dentes, através de espectrofotômetro. Uma nova avaliação da cor será feita com 1 semana, 1 mês, 3 meses e 6 meses.A análise estatística será realizada por meio do teste não paramétrico Kruskal-Wallis, seguido pelo teste de comparações múltiplas de Tukey.