Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito da perda de peso sobre as concentrações sanguíneas de citocinas Th17 em pacientes obesos submetidos à gastroplastia em Y-de-Roux

Processo: 15/12020-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Licio Augusto Velloso
Beneficiário:Aline Inácio Pereira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07607-8 - CMPO - Centro Multidisciplinar de Pesquisa em Obesidade e Doenças Associadas, AP.CEPID
Assunto(s):Imunologia   Diabetes mellitus tipo 2   Citocinas   Resistência à insulina   Obesidade

Resumo

A prevalência da obesidade e do sobrepeso vem aumentando gradativamente nos últimos anos, sendo multifatorial a gênese deste problema, com envolvimento de componentes comportamentais, culturais, genéticos e psicológicos. Porém, estudos apontam o sedentarismo e o consumo de dieta hipercalórica como os principais responsáveis pelo fenômeno. Devido a sua elevada prevalência e a sua associação clinica bastante frequente com diabetes mellitus, aterosclerose, hipertensão e alguns tipos de câncer, a obesidade tornou-se um dos problemas de saúde publica mais importantes no mundo, de tal forma que há no momento, intensa busca por métodos profiláticos e terapêuticos mais eficazes. Nos últimos vinte anos, estudos revelaram que a associação clinica entre obesidade e diabetes mellitus tipo 2, deve-se pelo menos em parte, a ativação de uma resposta inflamatória subclínica que leva à inibição das vias de sinalização da insulina, resultando em resistência à insulina e eventualmente em intolerância a glicose e diabetes. A atividade inflamatória na obesidade deve-se predominantemente a ativação de uma resposta inata. Entretanto, estudos em andamento no nosso laboratório (Projeto de Doutorado 2010/52378-9) indicam que a citocina IL17, componente central da via de reposta adaptativa Th17, é produzida no trato digestório e responde a ácidos graxos presentes na dieta. Desta forma, o presente projeto tem por objetivo avaliar as concentrações séricas das interleucinas 17, 22 e 23, componentes da via Th17, em pacientes obesos, antes e aproximadamente oito meses após serem submetidos à gastroplastia em Y de Roux. A partir destes dados, esperamos obter informações que contribuam para que os mecanismos envolvidos no processo inflamatório característico da obesidade sejam melhor elucidados, o que, futuramente, poderá auxiliar no estabelecimento de novas estratégias de prevenção, controle e tratamento da doença.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.