Busca avançada
Ano de início
Entree

Reatividade biocomportamental à dor em recém-nascidos pré-termo e exposição ao estresse ambiental da UTI neonatal

Processo: 15/24117-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Maria Beatriz Martins Linhares
Beneficiário:Guilherme Cordaro Bucker Furini
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Dor   Estresse ambiental   Unidades de terapia intensiva neonatal

Resumo

O presente projeto de pesquisa tem como objetivo comparar a reatividade e recuperação biocomportamental à dor de recém-nascidos pré-termo frente a procedimento doloroso agudo, em grupos diferenciados pela idade gestacional, e associar a reatividade e recuperação biocomportamental com os níveis de estresse ambiental experenciados pelos recém-nascidos na UTIN. A amostra do estudo será constituída por 50 recém-nascidos pré-termo com muito baixo peso, internados em UTIN. Os recém-nascidos serão divididos em três grupos, de acordo com sua idade gestacional (IG): pré-termo extremo (Grupo PTE, IG < 28 semanas), muito pré-termo (Grupo MPT, IG entre 28 e 31 semanas) e pré-termo moderado (Grupo PTMo, IG entre 32 e 33 semanas). A coleta de dados incluirá a observação da reatividade biocomportamental do recém-nascido durante procedimento de coleta de sangue. Será realizado o registro da atividade facial do recém-nascido para posterior análise pelo NFCS, e o estado de vigília e sono e frequência cardíaca serão registrados em protocolos apropriados à beira da incubadora. Para a avaliação do estresse experimentado no contexto ambiental da UTIN, será aplicada a escala NISS a partir da análise do prontuário médico e de enfermagem do paciente. Será realizada a análise estatística de comparação entre grupos, por meio do Teste Kruka-Wallis para avaliar a reatividade biocomportamental, comparando-se os três grupos e em seguida por meio do Teste t de Student, comparando-se dois grupos respectivamente. Também será realizada uma análise de correlação de Person para verificar a associação entre a reatividade biocomportamental à dor e os níveis de exposição ao estresse da UTIN dos recém-nascidos pré-termo. O nível de significância adotado no estudo será de p d 0.05 para todos os testes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GASPARDO, CLAUDIA M.; CASSIANO, RAFAELA G. M.; GRACIOLI, SOFIA M. A.; FURINI, GUILHERME C. B.; LINHARES, MARIA BEATRIZ M. Effects of Neonatal Pain and Temperament on Attention Problems in Toddlers Born Preterm. JOURNAL OF PEDIATRIC PSYCHOLOGY, v. 43, n. 3, SI, p. 342-351, APR 2018. Citações Web of Science: 4.
MONTE CASSIANO, RAFAELA GUILHERME; GASPARDO, CLAUDIA MARIA; BUCKER FURINI, GUILHERME CORDARO; MARTINEZ, FRANCISCO EULOGIO; MARTINS LINHARES, MARIA. BEATRIZ. Impact of neonatal risk and temperament on behavioral problems in toddlers born preterm. EARLY HUMAN DEVELOPMENT, v. 103, p. 175-181, DEC 2016. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.