Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do sedimento e de micro RNAs urinários de portadores de Diabetes Tipo 1 para identificar vias associadas à progressão da doença renal diabética

Processo: 15/19000-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Maria Lucia Cardillo Corrêa Giannella
Beneficiário:Maria Beatriz Camargo Monteiro Caillaud
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/04831-1 - Novos moduladores do controle glicêmico e do desenvolvimento de complicações crônicas no Diabetes mellitus: perspectivas preventivas e terapêuticas, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):16/04935-2 - Validação de mRNAs e miRNAs como biomarcadores da nefropatia diabética em uma coorte norte-americana de portadores de diabetes tipo 1 e tipo 2, BE.EP.PD
Assunto(s):Urina   MicroRNAs   Endocrinologia   Nefropatias   Expressão gênica

Resumo

Os mecanismos fisiopatológicos envolvidos na gênese da nefropatia diabética (ND) ainda não foram totalmente elucidados, porém sabe-se que o estresse oxidativo tem papel fundamental do desenvolvimento desta complicação no diabetes mellitus do tipo 1 (DM1). O estudo das vias potencialmente associadas à evolução da ND em seres humanos é dificultado pela necessidade de biópsia renal. Recentemente o desenvolvimento de técnicas de biologia molecular mais sensíveis tem ampliado o uso da urina como uma fonte amostral no estudo das doenças renais. Nosso grupo tem realizado coleta sistemática de amostras de urina de pacientes DM1 com o objetivo de identificar novos marcadores da evolução da função renal que possam auxiliar na elucidação dos mecanismos fisiopatológicos da ND. Estudos recentes de nosso laboratório demonstraram o aumento da expressão do gene que codifica a proteína de interação com a tiorredoxina (TXNIP) no sedimento urinário de pacientes DM1 "declinantes" (com queda da taxa de filtração glomerular estimada [TFGe] > 5 mL/min/1,73m2 por ano) versus pacientes "não declinantes". O presente projeto tem por objetivo ampliar o estudo da urina como instrumento de avaliação da ND, avaliando especificamente: (1) o perfil celular do sedimento urinário de pacientes DM1 com diferentes graus de comprometimento renal, com o uso da citometria de fluxo; (2) o perfil global de expressão gênica do sedimento urinário em pacientes "declinantes" versus "não declinantes"; (3) a expressão de micro RNAs (miRNAs) relacionados a genes de vias oxidativas na urina e sua associação com a evolução da ND e (4) a expressão desses miRNAs em culturas de células mesangiais e tubulares humanas, para e avaliar a origem desses miRNAs no tecido renal. Para isso foram coletadas, desde 2013, amostras de urina de 68 pacientes DM1 com diferentes graus de ND acompanhados pela Equipe Médica de Diabetes do Hospital das Clínicas da FMUSP. Novas amostras continuarão a ser coletadas, bem como os dados clínicos e bioquímicos dos pacientes, de maneira a permitir a associação dos resultados obtidos com a avaliação prospectiva dos pacientes no que se refere à evolução da função renal.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MONTEIRO, MARIA BEATRIZ; PELAES, TATIANA S.; SANTOS-BEZERRA, DANIELE P.; THIEME, KARINA; LERARIO, ANTONIO M.; OBA-SHINJO, SUELI M.; MACHADO, UBIRATAN F.; PASSARELLI, MARISA; MARIE, SUELY K. N.; CORREA-GIANNELLA, MARIA LUCIA. Urinary Sediment Transcriptomic and Longitudinal Data to Investigate Renal Function Decline in Type 1 Diabetes. FRONTIERS IN ENDOCRINOLOGY, v. 11, APR 30 2020. Citações Web of Science: 0.
MONTEIRO, MARIA BEATRIZ; SANTOS-BEZERRA, DANIELE PEREIRA; THIEME, KARINA; PASSARELLI, MARISA; MACHADO, UBIRATAN FABRES; LIN, CHIN JIA; CORREA-GIANNELLA, MARIA LUCIA. Optimization of total RNA isolation from human urinary sediment. Clinica Chimica Acta, v. 462, p. 158-161, NOV 1 2016. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.