Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de estudo clínico com usuários de álcool de Atenção Primária à Saúde em uma cidade no Brasil

Processo: 15/22349-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 11 de junho de 2016
Vigência (Término): 10 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Psiquiátrica
Pesquisador responsável:Margarita Antonia Villar Luis
Beneficiário:Sara Pinto Barbosa
Supervisor no Exterior: Jurgen Rehm
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Centre for Addiction and Mental Health (CAMH), Canadá  
Vinculado à bolsa:13/16080-3 - Intervenção com familiares, usuários de álcool e álcool mais outras drogas: um estudo comunitário, BP.DR
Assunto(s):Saúde mental   Intervenção breve   Atenção primária à saúde

Resumo

Os ensaios clínicos são naturalmente complexo e complicado. No contexto dos cuidados primários é um grande desafio porque o controle das variáveis é muito difícil. Além disso, nesse estudo a prpoposta de se trabalhar com usuários de álcool inseridos dentro desse contexto e, muitas vezes, sem a percepção do uso abusivo dificulta ainda mais. No entanto, é essencial para a realização de ensaios clínicos para esta população, uma vez que nem sempre é conveniente transferir tratamentos ou intervenções que são bem sucedidos em ambiente hospitalar para a comunidade. A questão parece ser mais real quando se fala sobre o abuso de drogas na comunidade onde o acesso a todas as drogas pode ser facilitado e o tratamento hospitalar, que fornece esse distanciamente, pode influenciar na resposta positiva em algumas intervenções ou tratamentos. De acordo com Howard (1993) e Drummond et al. (2009), há uma clara necessidade de ensaios clínicos randomizados pragmáticos de intervenções breves. Os ensaios clínicos randomizados pragmáticos são auqeles que procuram descrever a eficácia da intervenção nas condições mais realistas possíveis as ações práticas de saúde cotidianas, virando mais para os problemas de decisão e modo de ação (COUTINHO; HUF; Baloch, 2003). Nesse estudo foram incluídos usuários de álcool da atenção primária em saúde que obtiveram um AUDIT com escores e 7, os mesmos foram randomizados por randomização tipo cluster e foram avaliados, grupo controle e grupo intervenção, um mês e sesis meses após o primeiro contato. Institui-se o protocolo de IB, devido a percepção da carência de descrições mais detalhadas de como são realizadas as intervenções breve em estudos clínicos (Heather, 1995). Tendo em vista essas peculiaridades e dificuldades encontradas na fase de coleta, que finaliza-se em Novembro deste ano, solicitamos um período de estágio no exterior com o objetivo de: 1) para discutir o projeto com apresentação de dados, para obter sugestões para a gestão da amostra; 2) Obter sugestões sobre como discutir e expor o texto sobre os problemas encontrados; 3) Para confirmar ou não a hipótese de cruzar as informações das aplicações dos três medidas (mapa, AUDIT, entrevistas com pacientes e famílias); 4) Analisar as entrevistas dos participantes; 5) Sugestão na análise global material coletado; 6) Para escrever o artigo principal da tese; 7) Para escrever um artigo sobre o uso de álcool em pacientes na atenção primária. No período de análise do estágio espera-se que os dados sejam analisados por software estatístico Stata, versão 13.0 para quantitativa de dados e Alceste para a análise qualitativa.