Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação histológica do efeito do óleo de copaíba (Copaifera multijuga Hayne) 5%, sobre a cicatrização corneal em úlceras provocadas por queimadura química em ratos

Processo: 15/22829-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Cristiane dos Santos Honsho
Beneficiário:Amanda Garcia Pereira
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Oftalmologia veterinária   Úlcera da córnea   Córnea   Cicatrização   Óleo de copaíba   Queimaduras   Enucleação ocular   Microscopia   Técnicas histológicas   Ratos Wistar

Resumo

Encontram-se na literatura, estudos com o óleo de copaíba avaliando seus efeitos anti-inflamatório, analgésico e cicatrizante, sobre diversos órgãos ou tecidos, porém, nada é descrito quanto à utilização e sua eficácia em oftalmologia. Assim, pretende-se avaliar o efeito do óleo de copaíba (Copaifera multijuga Hayne), em úlceras corneais provocadas quimicamente. Serão empregados 24 ratos Wistar (Rattus novergicus, linhagem Wistar, variação albino), machos pesando entre 250 e 300 gramas. Após anestesia geral, as úlceras serão confeccionadas no olho esquerdo com disco de papel filtro embebido em hidróxido de sódio a 1N, durante 80 segundos. Os animais serão divididos em quatro grupos, com oito animais cada. O G1 receberá óleo de copaíba a 5%; GT solução Tween 80 a 5%; GE, pomada oftálmica comercial à base de acetato de retinol, aminoácidos, metionina e cloranfenicol; e o GL lubrificante ocular à base de dextrano e hipromelose, a intervalos de 6 horas, durante 72 horas consecutivas. Após os tratamentos, os animais serão submetidos à eutanásia ativa, com pentobarbital sódico e seus bulbos oculares coletados pela técnica de enucleação subconjuntival. Após a preparação rotineira das lâminas para microscopia de luz e coloração em HE, serão avaliadas para presença de epitélio corneal, bem como as características celulares das camadas corneais, presença de células inflamatórias e de neovascularização estromal.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: