Busca avançada
Ano de início
Entree

Acurácia, precisão e robustez de estimativas de emissão de metano de bovinos de corte em condições de clima tropical

Processo: 15/19508-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Elias San Vito
Beneficiário:Thais Fernanda Ribeiro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Rúmen   Nutrição animal   Efeito estufa

Resumo

A emissão global de metano, um dos principais gases do efeito estufa, se tornou foco de importantes debates científicos. A agropecuária é responsável por grande parte das emissões de gases do efeito de estufa, sobretudo a emissão de metano. Tornando estudos relacionados as emissões entéricas de metano de extrema importância para o Brasil, que possui o segundo maior rebanho de gado do mundo, estimado em cerca de 205 milhões de cabeças. Para possibilitar o desenvolvimento de estratégias que reduzam a emissão de metano pelo rebanho bovino, é necessário quantificar a emissão. Devido as várias técnicas existentes que mensuram a produção de metano entérico serem de alto custo e difíceis de se aplicar em condições práticas de criação, os modelos matemáticas são uma alternativa viável, e se mostraram eficiente. O objetivo deste estudo é utilizar equações matemáticas para predizer a produção de metano entérico de bovinos de corte recebendo diferentes fontes de nitrogênio não proteico em dietas baseadas em forragens tropicais. Para predição da emissão de metano serão utilizadas equações descritas por Ellis et al. 2007, que levam em consideração o consumo de matéria seca (CMS), consumo de FDN e porcentagem de forragem na dieta para os cálculos. Os resultados dos cálculos serão comparados com as emissões reais de metano estimados pela técnica do SF6. Os dados resultantes desse estudo demonstrarão se as equações matemáticas são aplicáveis ou não, dando suporte para possíveis adequações. Por essa razão se faz necessário que sejam testadas e avaliadas conforme as características de regiões tropicais. (AU)