Busca avançada
Ano de início
Entree

Modularidade, desempenho funcional e seleção natural: integrando genética quantitativa e ecofisiologia para entender a evolução morfológica de lagartos tropiduríneos

Processo: 15/19556-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Quantitativa
Pesquisador responsável:Gabriel Henrique Marroig Zambonato
Beneficiário:Monique Nouailhetas Simon
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/22159-0 - Desempenho funcional e modularidade morfológica: como seleção no desempenho contribui para as interações entre caracteres, BE.EP.PD
Assunto(s):Sistemas complexos

Resumo

Segundo a teoria de integração morfológica, a arquitetura genética possuí um padrão modular no qual um grupo de genes afeta em maior proporção um dado complexo de caracteres, que executa uma função específica, afetando em menor extensão os demais caracteres do organismo. Em geral, a modularidade de uma estrutura fenotípica é acessada por meio de teste de hipóteses fundamentadas em informação prévia sobre seu desenvolvimento e/ou as funções as quais a estrutura exerce. Porém, essa abordagem incorpora a funcionalidade do complexo de caracteres de maneira indireta na inferência sobre modularidade. Uma abordagem alternativa é a de diretamente mensurar a associação entre variação no complexo de caracteres e variação na função hipotetizada de ser executada por ele. O paradigma de Arnold, amplamente utilizado em estudos de ecomorfologia e ecofisiologia, fornece exatamente essa medida na forma de gradientes de desempenho. Os gradientes de desempenho medem quanto da variação no desempenho funcional é explicada pela variação na morfologia/fisiologia. Entretanto, os estudos de desempenho funcional não inferem sobre modularidade e os estudos sobre modularidade não medem explicitamente a influência dos módulos sobre o desempenho de uma função. A proposta desse projeto é de integrar as abordagens advindas da teoria de modularidade e do paradigma de Arnold para se estudar a relação entre crânio e membros de lagartos tropiduríneos com os desempenhos de força de mordida e velocidade de corrida, respectivamente. Pretendemos responder se caracteres detectados como módulos realmente influenciam uma função específica.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SIMON, MONIQUE NOUAILHETAS; BRANDT, RENATA; KOHLSDORF, TIANA; ARNOLD, STEVAN J. Bite performance surfaces of three ecologically divergent Iguanidae lizards: relationships with lower jaw bones. Biological Journal of the Linnean Society, v. 127, n. 4, p. 810-825, AUG 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.