Busca avançada
Ano de início
Entree

Revisão sistemática da literatura do uso do análogo do GnRH em meninas que iniciaram a puberdade entre 7-10 anos

Processo: 15/23447-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Vania dos Santos Nunes Nogueira
Beneficiário:Italo Antunes Franzini
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinologia   Puberdade precoce   Hormônio liberador de gonadotropina   Meninas   Impacto psicossocial   Ensaio clínico controlado aleatório   Bases de dados científicos   Revisão sistemática

Resumo

Meninas com puberdade precoce em geral apresentam aumento da velocidade de crescimento, aceleração da maturação esquelética e podem ter prejuízo na estatura final, além de desajustes psicossociais. Existe também a "early puberty" que é caracterizada por aquela puberdade levemente prematura. A dúvida que ainda se tem é se esta condição está dentro de uma variação da normalidade ou trata-se de um processo patológico. Pensando na segunda hipótese, e com a possibilidade destas crianças não atingirem sua altura alvo, alguns médicos tratam-na com análogo de GnRH. Os estudos que avaliaram os análogos de GnRH na "early puberty" são controversos em definir se as meninas bloqueadas têm ganho na altura final quando comparadas às meninas não tratadas. A nossa hipótese é que não há diferença. O nosso objetivo é fazer uma revisão sistemática da literatura avaliando se o bloqueio com GnRH em meninas com "early puberty" proporciona uma altura final maior que a altura das meninas não bloqueadas. A metodologia será de acordo com a colaboração Cochrane, os critérios de inclusão dos estudos serão: a) Tipo de participantes (P): meninas com "early puberty", ou seja, apresentaram telarca entre 7 - 10 anos (aparecimento de telarca estágio 2 ou 3 de Tanner); b) Intervenção (I): Análogo de GnRH; c) Comparação (C): não tratamento; d) Desfechos (O): primários: média da altura final; secundários: efeitos adversos, impacto psicossocial; e) Tipos de estudo (S): ensaios clínicos randomizados (ECRs) e, na ausência dos mesmos, incluiremos estudos clínicos controlados. Serão realizadas três estratégias de busca gerais e adaptáveis às principais bases de dados eletrônicas da área da saúde: Embase, Pubmed e Biblioteca Cochrane. Quando os dados de mais de um estudo forem homogêneos, adequados em relação à metodologia empregada, e com seus respectivos desfechos clínicos semelhantes, eles serão planejados em uma metanálise utilizando-se o software Review Manager 5.3.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRANZINI, I. A.; YAMAMOTO, F. M.; BOLFI, F.; ANTONINI, S. R.; NUNES-NOGUEIRA, V. S. GnRH analog is ineffective in increasing adult height in girls with puberty onset after 7 years of age: a systematic review and meta-analysis. EUROPEAN JOURNAL OF ENDOCRINOLOGY, v. 179, n. 6, p. 381-390, DEC 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.