Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de tampões ruminais alcalinizantes no desempenho e na digestibilidade de novilhos confinados

Processo: 16/04810-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 15 de maio de 2016
Vigência (Término): 12 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Telma Teresinha Berchielli
Beneficiário:Erick Escobar Dallantonia
Supervisor no Exterior: Jon Schoonmaker
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa: Indiana University-Purdue University Indianapolis, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:15/05216-7 - Aditivos na suplementação de tourinhos terminados a pasto no período das águas, BP.MS
Assunto(s):Pecuária de corte

Resumo

Grãos de destilaria (DG), um subproduto da indústria do etanol, é excepcionalmente elevada em energia e proteína, contudo, sua inclusão em dietas de bovinos de corte tem elevado potencial de aumentar a acidez do rúmen, o que limita o desempenho. Como tal, a fermentação ruminal da fibra no DG é provávelmente inibida pela acidez, surgindo estratégias inerente a neutralizar dessa acidez, tais como a adição aditivos como os metais alcalinos ou de forragem, que podem beneficiar o animal. Os aditivos tamponantes alimentares são utilizados amplamente em uma base comercial para melhorar os efeitos prejudiciais de dietas acidogênicas que apresentam altos níveis de concentrado. Em estudos realizados pela equipe de Purdue, tem se observado que a adição de óxido de cálcio, hidróxido de cálcio, carbonato de potássio ou com a ração estabiliza o pH ruminal, melhora a digestibilidade da fibra, e melhora o desempenho de gado confinado. No entanto, a possibilidade de que a adição de compostos alcalinos na ração possa alterar a digestibilidade dos alimentos para animais não tem sido explorado. Neste contexto o objetivo do estudo será para determinar a digestibilidade dos alimentos em vários pontos de tempo após o tratamento com compostos alcalinos - óxido de cálcio, hidróxido de cálcio, carbonato de potássio e hidróxido de cálcio + carbonato de potássio.